Park Bom esclarece o incidente de ‘drogas’ no passado numa nova entrevista

No dia 24 de abril, um programa jornal de investigação da MBCPD Notebook” trouxe de novo o incidente de Park Bom por trazer anfetaminas para dentro da Coreia.

No dia seguinte, Park Bom liderou as classificações de busca em tempo real no Naver, pois as pessoas estavam procurando detalhes sobre o incidente.

Park Bom encontrou com os jornalistas do Sports Kyunghyang no dia 26 de abril, para uma entrevista exclusiva para falar sobre a situação do passado.

Ela começou, “Um conhecido me contatou, então eu assisti ‘PD Notebook ’com meus pais. Eles parecem estar imunes à palavra “drogas” agora, pois eles só suspiraram. É tão difícil ver meus pais assim. Quando as notícias de drogas foram divulgados pela primeira vez, eles perguntaram: “Você realmente fez isso?”. Mas agora eles apenas suspiram”.

Ela continuou, “Se eu tivesse usado drogas uma vez, eu não sentiria que é injusto ouvir essas coisas. Eu realmente nunca usei drogas. Eu fui investigada, mas não fui acusada”.

Park Bom explicou, “Eu tenho uma doença pessoal. Eu tomo remédios desde os dias de ensino fundamental e ensino médio. É TDA (Transtorno do déficit de atenção), é uma doença que não é muito conhecida na Coreia. Edison, o rei da invenção, também teve essa doença. O nome desse transtorno ficou reconhecido recentemente, mas não há uma medicação correta para isso, então eu tomo para TDAH (Transtorno do déficit de atenção com hiperatividade). Como não é o remédio certo para isso, é difícil de suportar essa doença”.

 

“Eu fiquei conhecida por contrabandista de drogas quando trouxe Adderall. Nos Estados Unidos, é um medicamento comum usado para o tratamento de doenças como a que eu tenho. É algo que aconteceu parcialmente devido à minha ignorância durante o processo de trazer, mas é frustrante que as pessoas digam que este medicamento é 100% anfetamina. Chamando isso de drogas, mas não é algo que eu não posso tomar para tratar minha doença?”

Park Bom também respondeu os rumores de estar com 40 anos de idade (na contagem coreana). Ela comentou, “Pergunte aos meus amigos. Eu nasci em 1984, eu tenho 34 anos (na contagem ocidental). Faz sentido que eu sou mais velha que minha irmã mais velha?”

“Já se passou cinco anos desde que deixei de cantar. Porque eu tive muito ódio, eu nem queria ser uma cantora. No entanto, após a transmissão do “PD Notebook”, eu senti que eu tenho que ser uma cantora. Eu não posso desistir do que eu mais quero e no que eu sou melhor, por causa que eu estava intimidada por mal entendidos. Eu sou agradecida a YG que me criou, e também quero expressar minha gratidão ao produtor Yang Hyun Suk. Outras pessoas me perguntam se eu sinto ódio por eles, mas isso não é verdade. Além disso, eu quero ser bem sucedida no meu retorno como cantora, para que eu possa comprar grandes edifícios para os meus pais que sofreram e lutaram muito por minha causa”.

Park Bom apareceu na entrevista usando um vestido cor de ameixa com uma jaqueta jeans. Ela compartilhou, “Eu comprei essas roupas há cinco anos. Eu realmente não comprei roupas adequadamente por cinco anos. Mesmo andando nas ruas, eu estava preocupado que as pessoas falassem alguma coisa para mim. Eu não tenho carro, então tenho que andar e correr pelas pessoas assim. Não posso beber muito bem, mas há momentos em que bebo. Meu coração dói, mas estou me forçando para suportar isso. Se as pessoas entendessem minha situação, nem mesmo muito, mas só um pouquinho, acho que eu poderia cantar novamente. Você poderia por favor apenas cuidar de mim?”

 

Após a transmissão do “PD Notebook” ela escreveu uma longa mensagem para compartilhar com os seus fãs na mídia social, mas acabou não postando e compartilhou com o repórter. A nota inclui explicações sobre TDA, e ela também disse para os seus fãs, “Meu coração dói muito porque eu não pude dizer nada para vocês…Vocês não sabem o quanto sou grata e quanto me dói, porque meus fãs e nossos fãs do 2NE1 esperam pacientemente por nós, embora trabalhemos individualmente”. Ela conclui, “Peço desculpas por não ter coragem de escrever mais cedo porque eu estava apenas tomando tempo por estar com coração partido, e também peço desculpas por causar problemas para muitas pessoas”.

Fonte: Soompi

Sobre Erika

Conheceu o K-pop em 2008 e curiosamente foi por meio das promoções do DBSK/TVXQ/ Tohoshinki no Japão.

There are 13 comments

  1. Nina

    Finalmente ela teve coragem para falar e contar o lado dela.
    5 anos, foram 5 anos de mentiras da mídia e sendo atacada pelos netizens que só procuram polêmicas, e agora, finalmente, todos se surpreenderam com a verdade.
    Sempre confiei na Bom, e é uma pena que ela tenha tido vergonha de falar sobre isso mais cedo por causa da doença, a realidade é que admitir que você sofre uma doença mental é muito difícil, ainda mais em um lugar tradicional como a Coreia do Sul que evita falar sobre o assunto.
    E já pra prevenir porque provavelmente teremos engraçadinhos nos comentários, aqui vão os pontos mais importantes:
    – ela nunca tentou entrar com drogas puras no país, pelo contrário, mas um remédio que é vendido nos EUA que possui uma pequena porcentagem de anfetamina.
    – a polícia liberou a Bom porque eram medicações + ela tinha receita de um médico americano + era uma quantidade pequena e ela já estava fazendo uso. Por isso ela não foi presa, ao contrário do cara da Samsung, que entrou com anfetaminas puras em grande quantidade no país.
    – a história que ela escondeu a medicação em geleias (se não me engano) foi invenção do PD Notebook para criar polêmica, na verdade já teve um esclarecimento sobre isso por lá

    Enfim, espero que agora tudo fique bem pra ela e que consiga voltar a ter uma carreira!

  2. mnchaerin

    Bom é um amor, sempre foi, YG que destrói tudo, ele usou isso pra engavetar 2NE1 e esconder ela, como uma criminosa, podendo emitir uma super nota esclarecendo tudo. Espero que a Bommie volte a cantar logo e que esteja bem ❤️

  3. AFF

    Teve essa fofocaiada toda só por que ela tem déficit de atenção…
    sei não, adoro a Bom mas isso é meio difícil de engolir…
    E que papo é esse de roupas como se quisesse se fazer de pobre coitada, acho que ela deveria se valorizar levantar a cabeça e seguir em frente sem lamentações não relevantes…

    1. Nina

      Como sempre um troll nos comentários… vai ver notícia dos teus oppas vai. E tenta ser rechaçada por 5 anos e ter forças pra sair na rua e “levantar a cabeça ” sem “lamentações não relevantes”, querido e é tu que escolhe o que é relevante e não? Quem é fã da Bom e do 2NE1 de fato mal a viu nesse período. E depois, ser fã de Kpop mas não saber que a Coreia é um dos países mais misóginos e preconceituosos do mundo é ser muito cego.
      Um dos maiores problemas do brasileiro mesmo é a falta de empatia com o próximo mesmo…

    2. 64-bit

      O problema não foi o ADH, e sim a droga que era lícita nos EUA para ser usada nesse tipo de transtorno, QUE NÃO É LÍCITA NA COREIA DO SUL.

      Acho que alguém está precisando interpretar melhor os textos… Lê na integra em inglês que ela fala disso.

  4. Lim Lia

    Ela ficou calada e aguentou o hate por muito tempo. Não sei se conseguiria ficar calada assim. Isso não só afetou a carreira dela, mas o psicológico tbm. Espero que ela se recupere e dê a volta por cima. Força Bom 💪

  5. Jbb

    A bom foi e é muito corajosa, sem dúvida vai vencer tudo isso.
    Bom tem que se apoiar nas pessoas que a amam e nos seus fãs que é o que importa.
    E dane-se yg, dane-se outros fãs de outros grupos que faziam piadas com isso, dane-se os hater, dane-se os netizens, dane-se a mídia coreana .
    Que ela passe por cima de todos esses vermes e volte a cantar.
    E quem não quiser que se exploda, concerteza não terá importância.

  6. Noyse

    Mano não consigo entender esses coreanos, mesmo que fosse verdade esses rumores de ela estar com “40 anos” e ser “usuária de drogas”,qualquer músico ocidental e especialmente os rappers americano tipo Eminem, Snoop Dogg, Wiz Khalifa ou outro faz isso, eles CONSUMEM ESSAS MÚSICAS diariamente e ainda utilizam o CONCEITO DE TRAFICANTE FODÃO em suas músicas. Não consigo entender o que pior, esses netizens acharem que tem o direito de julgar a Bom, que sequer foi condenada na justiça ou fato deles consumirem pop/rap americano que tem tantos artistas que não só consume como faz a alusão e apologia a isso nas suas musicas o tempo todo.

  7. rainha das girlgroups

    O pior para mim é ver ela nessa situação tendo que dar satisfações para a sociedade coreana que ainda tinha “duvidas”, quando já estava esclarecido que ela tinha um problema e que os remédios eram para isso. A Bom é muito sensível, emotiva e nunca teve medo de mostrar ser quem ela é, no 2NE1TV ela era muito aberta, muito aberta mesmo, chorava, dizia o que a incomodava e chorava novamente. Eu acho que uma situação como essa cabe somente a ela e a família dela, nem os fãs deveriam cobrar uma satisfação dela, muitos menos netzens de mente limitada. Ela foi tão pressionada e jogaram tanto hate que ela ficou nessa situação, frustrada com a própria profissão. Mas essa entrevista dela me pareceu que ela precisava disso, precisava falar para se libertar dessa angustia. Não quero generalizar, porque muitos fãs coreanos apoiaram a Bom, mas a maioria dos Coreanos sao muito close mind, tudo é um tabu pra eles, da até nojo

    1. Ana

      Ela tinha sim que dar satisfação pelo ocorrido, a substância que ela utiliza é PROIBIDA na Coreia, e isso independe do que qualquer um aqui ache. A questão toda se resume em ela ter sido acusada de ter sido favorecida na investigação e a YG quase nada fez para que a história não tomasse as proporções que tomou e não crescesse ainda mais através de boatos que no fim não se confirmaram.

Poste o seu comentário