iKON irá retornar com o seu segundo álbum “Return”

A lista das faixas das músicas do segundo álbum do iKON foi revelada, as músicas foram co-compostas pelo líder B.I e as letras foram escritas por B.I e Bobby. A YG Entertainment também revelou a faixa principal do álbum, sendo como “Love Scenario“.

Confira abaixo:

Também foi revelado um vídeo prévio de “Return“. Confira abaixo:

Imagem de Amostra do You Tube

A data do retorno do grupo está marcado para o dia 25 de janeiro, com o álbum completo “Return“!

Fonte: Soompi

There are 10 comments

  1. Mily

    Osh lembro de terem dito que New Kids:Begin seria tipo divido em partes que nem MADE do Bigbang, e que BLING 2x e B-day eram apenas as faixas 10 e 9, to entendendo mais nada…

    1. Ana

      Sim você está certa, mas aconteceu a mesma coisa que o Exit do Winner: não vendeu bem então a YG decidiu engavetar esse projeto, (que convenhamos é bem difícil de dar certo, BIGBANG conseguiu, mas eles estão em outro nível ) .

  2. Nina

    O Winner não foi por falta de vendas, foi descaso da YG mesmo e depois veio o problema com um integrante que acabou saindo. Na verdade a situação em que o iKON se encontra agora é por puro descaso da YG com o grupo. Se fossem de uma agência menor, já teria acabado, mas até agora o público do Japão tá segurando eles.
    (Winner – EXIT : E vendeu quase 90 k)
    (os álbuns do iKON venderam bem também, o mais recente 73 k na Coreia e 43 k no Japão – um mega sucesso pra um grupo estrangeiro – mas não teve aquele impacto que a agência esperava, digitalmente eles foram muito mal, mal passaram dos 55 k em vendas de single e isso pra YG é muito pouco, pois é uma agência que tem todo o marketing movido pro mercado digital em que grupos facilmente passam dos 1 milhão de downloads)

    1. Ana

      Bom, vou te responder por aqui tá? É sabido como as estratégias de promoção da YG deixam e muito a desejar (para não dizer o mínimo). Mas também tem a questão de que os artistas devem realizar lançamentos que cativem o público. Exit E sequer teve um bom single que puxasse as vendas pra cima, como aconteceu em Fate Number For com Reallly Really, e a YG não mudou em nada a sua forma de promoção de um lançamento para outro entende?. Mas mesmo assim olha só como Really Really se destacou em 2017!
      Eu escrevi que eles não venderam bem Exit E, porque comparado a seu trabalho anterior, as vendas foram menores sim, e em se tratando de seus singles individuais então nem se fala. A YG quis fazer aquela estratégia deles lançarem vários singles para completar um álbum depois, mas para segurar algo assim é muito difícil. Foi a mesma coisa com o iKon e não deu certo pelo mesmo motivo. É por isso que a YG tolamente anuncia esses projetos e depois aborta. Se não venderem como eles esperam (o que para gente pode até ser vendas muito boas) é tudo cancelado, assim como aquela subunidade do Mino com o Bobby.
      Sobre o iKon, eles tem a chance ainda de adquirir popularidade e vendas assim como o Winner teve, não acredito que qualquer agência iria se “desfazer” deles pois seu debut ainda não é algo tãooo velho assim.

      1. Nina

        Concordo em alguns pontos, mas discordo na parte que a YG aborta projetos porque não vende bem. A YG é uma agência que não é de hoje que tem recebido muitas críticas pela falta de planejamento e lançamentos dos idols. Winner vai fazer 4 anos e só tem 1 álbum completo, e 1 mini-álbum e 2 singles álbuns, é pouco. No caso do MOBB é que é uma sub unit que sinceramente ninguém queria ou esperava, o público queria (quer) os grupos, não só os rappers. Eu não tenho mais essa visão idealizada da YG que são “artistas” e etc, é tudo a mesma coisa, só que no caso dela mais desorganizada.
        Sim, o iKON tem chance de recuperar popularidade, mas lentamente, e se não vier com outras músicas totalmente “try hard” como as duas últimas e, é claro, promover ativamente na televisão (que é outra coisa que atrapalha os artistas da YG, o mal relacionamento da agência com as emissoras, só se dá bem com a SBS, por isso alguns só se apresentam e vencem no Inkigayo)

        1. Ana

          Eu respeito sua opinião, mas acredito que está pensando de forma muito biased por ser fã do grupo. O Winner já havia escrito as canções para Exit X, foi noticiado inclusive que só estavam escolhendo quais músicas entrariam nele. Então qual seria o sentido da YG abortar esse projeto que já estava com material pronto? Note, que não estou falando de demorar para lançar (até porque estamos falando da YG, alô CL!) e sim suspender o projeto todo!. O iKon estava com o mesmo projeto ano passado, e seu comeback coreano não vendeu bem, os singles sairam dos charts online muito rápido, e o que a YG fez? abortou o projeto anterior e agora eles estão lançando um álbum novo. Sobre o MOBB, independente do que o público esperava, fato que é que suas vendas desagradaram o Yang e o Mino disse que essa subunidade poderia não existir mais. Esse é o jeito da YG trabalhar, se o comeback de seu artista é realizado a partir de um projeto, e desagrada a empresa, eles abortam. Não estou citando a forma como a YG promove seus artistas (coisa que todo mundo sabe como é sofrível), porque meu primeiro comentário se resumiu a falar apenas sobre o resultado final.

Poste o seu comentário