Estudar na Coreia do Sul, eis uma chance!

Alô alô pessoas estudiosas e fãs de tudo que tem azul e vermelho no meio. Se você já é crescido acaba de aparecer uma chance de ir estudar na Coreia do Sul por pelo menos 3 anos.

Se ao terminar de ler você tiver qualquer dúvida, pode perguntar nos comentários, estarei respondendo.

Acontece que o governo coreano oferece anualmente bolsas para alunos de graduação, mestrado e doutorado com tudo pago, desde a passagem até os custos de vida. Agora em Fevereiro saiu o edital para as bolsas de mestrado e doutorado, mas se você ainda não chegou nessa fase não pare aqui, termine de ler pois temos informações que vão te interessar.

O programa se chama KGSP (Korean Government Scholarship Program ou Programa de Intercâmbio do Governo Coreano), ele oferece esse ano 6 bolsas para mestrado e doutorado em diversas áreas, mais um ano de estudo do idioma. Então não tem problema você não saber coreano, pois terá a chance de aprender na Coreia.

Você precisa do inglês uma vez que as aulas são ministradas nesse idioma, o preenchimento do formulário e a entrevista com a embaixada da Coreia no Brasil são feitas em coreano ou inglês. O edital se encontra tanto no site coreano responsável aqui quanto no site da embaixada aqui.

As inscrições já começaram, mas se você preferir fazer para graduação as vagas serão abertas em Setembro. Caso possa fazer mestrado/doutorado mas ache que é melhor esperar o ano que vem aproveite para ler o edital e já ficar preparado para a próxima.

O programa paga:

  • Passagem de ida e volta
  • 1 ano de estudo do idioma coreano
  • 2 anos de mestrado ou 3 de doutorado
  • aproximadamente 800 dólares (mês) para gastos do dia a dia, como alimentação e passagem
  • custos de xerox e impressões de material didático

Para se candidatar à bolsa o (a) candidato (a) deve:

  1. Ser cidadão brasileiro, filho (a) de pais brasileiros;
  2. Ter menos de 40 anos de idade (ter nascido depois de 1 de setembro de 1977)
  3. Gozar de boa saúde, tanto física quanto mental;
  4. Ter, até 31 de agosto de 2017, diploma de graduação ou mestrado;
  5. Obter uma média de pelo menos 80% de aproveitamento da última instituição;
  6. Possuir excelente domínio da língua inglesa(é recomendada, embora não obrigatória, a apresentação de diploma de conclusão de curso ou certificado de proficiência); e
  7. Não ter recebido previamente uma bolsa de estudos do governo da Coreia.

A data de recebimento (não de postagem) dos documentos é até o dia 10 de março de 2017.

A/C Assessor (a) de Relações Públicas da Embaixada da República da Coreia SEN – Av. das Nações, Lote 14 – Asa Norte    CEP: 70800-915

 

Etapas do processo seletivo:

  • Análise da documentação pelo comitê de seleção da Embaixada (documentação incompleta ou incorreta implica em imediata desclassificação do candidato);
  • Envio da documentação dos pré-selecionados para o NIIED;
  • O NIIED enviará os três envelopes com cópias simples para as três opções de universidade do candidato. Assim, é necessário aguardar a aprovação das universidades. Pode-se ser aprovado pelas três ou duas e então ter que escolher ou, ainda, não ser aceito por nenhuma das três universidades.

 ATENÇÃO: para informações sobre os documentos necessários e orientações para aplicação à bolsa, por favor, leia com bastante atenção os documentos anexos (Guideline, FAQ e formulários). 

Caso a sua dúvida persista, entre em contato pelo e-mail: coreiabrasil@gmail.com

OBS: Você não vai estudar com o BTS em um galpão abandonado, por mais tentador que seja.

There are 20 comments

    1. Beauty

      Eu ainda estou cursando a graduação, mas tenho planos de mestrado/doutorado lá. Pelo menos todos os anos que eu olhei (pois sempre fico atenta), abriu vaga. E isso já tem uns três anos seguidos.

    2. Thais Brenda

      Beauty está certíssime, todo ano abrem bolsas para graduação, mestrado e doutorado e a parte boa é que as vagas vem aumentando nos últimos anos.

    1. Thais Brenda

      Vale para praticamente qualquer curso, menos graduação em medicina ou algo que dure mais do que 5 anos. Agora para mestrado vale qualquer área, uma vez que o tempo é o mesmo independente do “tema”.
      Eles disponibilizam uma lista com as universidades participantes e no site das universidades tem lista de cursos oferecidos e o currículo de cada um, pra tu poder decidir qual fica melhor pra ti.

  1. Derek

    Eu já terminei a faculdade. É possível eu me inscrever para a bolsa de graduação, em setembro? Ou preciso estar com um curso em andamento aqui no Brasil?

    1. Thais Brenda

      Você poderá se inscrever sim, na verdade para fazer um curso desses lá você não pode estar cursando nada aqui, tem que ter terminado já. Mas se já terminou a faculdade, é melhor tentar mestrado, não?!

    1. Thais Brenda

      Pode tentar sim quando abrir o edital para graduação no final do ano. Aconselharia você já ir se preparando, melhorando o inglês e quem sabe aprendendo algo de coreano online de graça, também vale a pena adiantar a documentação.
      Mas se você achar que não dá tempo, tente graduação aqui mesmo e já se prepare para mestrado na Coreia. Às vezes vale a pena esperar e se preparar para ter mais chances.

    1. Thais Brenda

      Parte do dinheiro que o governo te dá é destinado a pagar moradia. Você pode se acomodar nos dormitórios da universidade (recomendo) ou ficar em algum lugar fora, mas costuma ser mais caro. Os que tem valor próximo são menores e tem menos vantagens do que os dormitórios.

  2. Bianca

    é obrigatorio ter 80% de aproveitamento na ultima instituição ? (n entendi direito, pq terminei o ensino medio ano passado e to pensando em tentar nos proximos anos)

    1. Thais Brenda

      GPA é como se fosse o seu aproveitamento, aqui no Brasil usamos CR (coeficiente de rendimento) na universidade. É um cálculo simples até, você encontra formulas no google, não explico aqui porque ficaria longo, mas acredite é simples, em alguns casos regra de três resolve. E não necessariamente você precisa ter tirado 8 em todas as disciplinas (caso o máximo fosse 10).

Poste o seu comentário