The Heirs

HEIRS_7

“Aquele que quiser usar a coroa, terá que suportar o peso”

 The Heirs foi um dos dramas mais aguardados de 2013, e isso se deve principalmente às várias notícias (só aqui no KpopNow! foram treze) referentes ao célebre e extenso elenco, compostos por nomes conhecidos dos dramas e do Kpop.

Enredo

Kim Tan (Lee Min Ho) é herdeiro do poderoso grupo Jeguk. Ele é, porém, filho da amante de seu pai, fato que era mantido em segredo pela família, o que acabou sendo motivo de desprezo por seu meio irmão mais velho, Kim Won (Choi Jin Hyuk), que era filho da primeira esposa do magnata.

Entre encontros e desencontros, Kim Tan acaba conhecendo Cha Eun Sang (Park Shin Hye) e se apaixona por ela, mas descobre, mais tarde, que ela é filha de uma das empregadas da sua casa e que ela, inclusive, mora lá com a sua mãe, Park Hee Nam (Kim Mi Kyung), que é muda.

HEIRS_13

Eun Sang e Kim Tan

Eun Sang acaba indo estudar na escola de elite Jeguk, e lá conhece Choi Young Do (Kim Woo Bin), herdeiro de um conglomerado de hotéis, que tinha como passatempo humilhar os alunos menos abastados da escola. Young Do e Kim Tan eram amigos no passado, mas atualmente mal conseguiam se olhar e viviam em pé de guerra. Acontece que Young Do se apaixona por Eun Sang, e acaba vendo isso como um tipo de competição contra Kim Tan.

No entanto, Kim Tan era noivo de Yoo Rachel (Kim Ji Won), também herdeira de um grupo de hotéis de luxo, porém tudo não passava de um acordo econômico entre seus respectivos pais. Apesar de Kim Tan não gostar da noiva, Rachel era apaixonada por ele e, por isso, detestava Eun Sang.

HEIRS_11

Rachel e Young Do

Mas como tudo em The Heirs está conectado de alguma forma, a mãe de Rachel e o pai de Young Do estavam noivos, fazendo dos herdeiros futuros irmãos que, apesar de não terem uma boa relação, acabam se dando bem.

Na escola Jeguk, estudava também, Yoon Chan Young (Kang Min Hyuk, do CN Blue), o melhor amigo de infância de Eun Sang que, apesar de não ser um herdeiro, era filho de um secretário do grupo Jeguk. Yoon Chan namorava Lee Bo Na (Krystal Jung, do f(x)), herdeira de uma empresa de entretenimento, que há alguns anos antes namorou com Kim Tan. Bo Na era muito possessiva e ciumenta com Yoo Chan (principalmente com a Eun Sang), mas suas cenas eram levadas mais para o lado cômico, sendo assim, um núcleo bastante cativante.

HEIRS_14

Bo Na e Chan Young

Outro herdeiro que vale a pena comentar é Lee Hyo Shin (Kang Ha Neul), filho do procurador-geral. Ele não tinha muito interesse pelos estudos e queria seguir carreira como cineasta, o que provocou muitos conflitos com seus pais. Hyo Shin era apaixonado por sua professora particular, Jun Hyun Joo (Im Joo Eun), que não correspondia os sentimentos de seu aluno. Por outro lado, ela mantinha um relacionamento conturbado com Kim Won, mas este não conseguia conciliar um namoro com a presidência do grupo Jeguk. 

Análise e Crítica

Irei considerar a história principal como sendo o triângulo amoroso entre Kim Tan, Eun Sang e Young Do. Várias cenas foram preenchidas pela obsessão de Young Do por Eun Sang, e pelas consequentes brigas dele com Kim Tan. Não foi uma história parada, mas foi, com certeza, repetitiva e pouco criativa.

HEIRS_9

Com isso, não estou falando que os personagens Kim Tan e Eun Sang foram chatos. Tanto que outras histórias envolvendo eles, como os conflitos familiares de Kim Tan e a amizade de Eun Sang com Chan Young, foram agradáveis. Apenas acho que os dois não funcionaram bem juntos.

Mas em um ponto o casal principal me surpreendeu: Kim Tan não teve preconceito contra a classe social de Eun Sang, e nem demorou em admitir seus sentimentos, tanto para ela quanto para si mesmo.

Se o casal principal não sustentou o drama, quem teve esse papel foi, na minha opinião, as histórias paralelas. Como eu já disse, tudo em The Heirs está conectado, e todos os personagens acabam tendo algum tipo de ligação, e foram mais interessantes que o caso de amor clichê entre o garoto rico e egocêntrico e a menina pobre e inocente.

A relação patroa-empregada entre as mães de Kim Tan e Eun Sang foi muito simpatizante e engraçada, e foi algo que nunca tinha visto em outros dramas.

HEIRS_3

Han Ki Ae (mãe do Tan) e Park Hee Nam (mãe da Eun Sang)

A dramática história envolvendo uma antiga relação entre a mãe da Rachel e o pai do Chan Young foi uma das minhas preferidas, mas infelizmente ela não tinha muito interesse para o roteirista do drama.

O sobrenome era a única coisa em comum entre os irmãos Kim Tan e Kim Won. Enquanto Won não aceitava gostar de uma simples professora, e estava disposto a trocá-la pelo bem da empresa, Tan já não tinha muito interesse em se sacrificar pelo grupo Jeguk, e dava mais valor à família e namorada que o seu irmão.

Uma professora divida entre um estudante e um CEO era, no mínimo, uma história interessante, mas o triângulo Hyo Shin, Hyun Joo e Kim Woo também não foi muito bem explorado, e o desfecho deste foi igualmente decepcionante.

Kim Won, Hyung Joo e Hyo Shin

Kim Won, Hyung Joo e Hyo Shin

Young Do com sua possessão e Rachel com seu ódio gratuito pelo mundo podem ser considerados os vilões na primeira metade. Mas, para mim, suas maldades não passavam de birra, e no final os dois mostraram um lado mais humano. A coisa só começou a ficar feia mesmo quando o pai de Tan e Won entrou em cena e começou a se interferir na vida dos filhos.

As atuações de Park Shin Hye e Lee Min Ho foram ótimas, e a única coisa que me incomodou um pouco foi um ator de 27 anos interpretando um estudante de 18, mas com essa cara de bebê que os asiáticos tem, isso acabou sendo irrelevante.

Conto de fadas
No entanto, enquanto Lee Min Ho já me mostrou ser um ator mais versátil, não vi nada que já não tenha visto antes da Park Shin Hye, e anseio pelo dia que a verei atuando em algo diferente. Meu destaque vai para Krystal Jung que personificou o que considero uma das personagens mais gratificantes do drama, e Kim Mi Kyung (mãe da Eun Sang) que fez o papel de uma pessoa muda e conseguiu ser muito engraçada e sentimental quando necessário, mesmo sem falar uma única palavra.

Quanto aos aspectos técnicos, a SBS não decepcionou. Fotografia, cenários e figurinos foram irrepreensíveis. E isso inclui a trilha sonora. A música que mais marcou o drama foi “Love Is…” do Park Jang Hyun e Park Hyun Gyu, tema de Kim Tan e Eun Sang. Mas temos outras músicas boas, como “My Wish” da Lena Park, “I’m Saying” do Lee Hong Ki e “In the Name of Love” do Ken (VIXX). E temos participação do elenco na OST também, com Park Shin Hye e Lee Min Ho interpretando “Story” e “Love Hurts”, respectivamente.

Imagem de Amostra do You Tube

O Melhor: com tantos núcleos, alguma história paralela vai te prender ao drama e motivar a assisti-lo.

O Pior: a história principal era repetitiva e pouco criativa e foi ofuscada pelas histórias secundárias.

Considerações Finais

Vinte episódios foram muitos para contar a história de amor entre Kim Tan e Eun Sang. Em meio a tantas histórias paralelas, o núcleo principal não conseguiu superar as expectativas que o drama acumulara. Eu até gosto de um bom clichê, mas The Heirs ficou demais na zona de conforto e fez da história principal, que deveria ser a mais cativante, a mais fraca.

Apesar dos pontos negativos, não vou dizer que não me diverti assistindo o drama. Consegui dar boas risadas, me remoer de nervosismo e me entreter na trama. A verdade é que, com tanta expectativa que foi criada sobre The Heirs, esperava-se que fosse um drama que agradasse a gregos e troianos. Inclusive eu acredito que ele vai agradar mais aos novatos do mundo dos dramas do que aqueles que estão cansados de ver essa mesma fórmula reciclada muitas e muitas vezes. Mas ele errou tanto quanto qualquer outro drama. E The Heirs é assim para mim, como qualquer outro drama bom, mas nada que mereça ser glorificado.

Premiações

2013 SBS Drama Awards
Prêmio de Excelência para o ator Lee Min Ho
Prêmio de Excelência para a atriz Park Shin Hye
Prêmio de Atuação Especial a atriz Kim Sung Ryung
Prêmio Top 10 Estrelas à Lee Min Ho, Park Shin Hye e Kim Woo Bin
Prêmio de Melhor Casal a Lee Min Ho e Park Shin Hye
Prêmio “New Star” a Kang Min Hyuk, Choi Jin Hyuk e Kim Ji Won
Prêmio de Popularidade a Lee Min Ho

2013 18th Anhui TV Drama Awards
Prêmio de Popularidade de Atriz Estrangeira para Park Shin Hye
Prêmio de Popularidade de Ator Estrangeiro para Kim Woo Bin

Heirs

Informações Gerais:
Título: 왕관을 쓰려는자, 그무게를 견뎌라 – 상속자들 / The Heirs
Também conhecido como: The Inheritors / The One Trying to Wear the Crown, Withstands the Weight – The Heirs
Gênero: Romance, escolar, comédia, adolescente, melodrama
Episódios: 20
Emissora: SBS
Período de exibição: de Outubro a Dezembro de 2013

Sobre Camila

Estudante de engenharia que adora escrever, SONE, tenho um grupo cover, e adoro animes. Mas foi pela minha paixão por dramas asiáticos que vim parar aqui :) @milabonadio

There are 11 comments

  1. Micaela

    Eu to no ep 9, e to gostando. Mais já ta ficando cansativo o foco que dão na Kim Tan e no Eun Sang. Ja é o o quarto drama que vejo com a Park Shin Hye, gosto da atuação dela, mais parece que to vendo o mesmo personagem que vi nos últimos três doramas.

  2. Priscila

    Eu comecei assistir “the heirs” depois de ler algumas reclamações
    Gostei do Eun Sang e Young Do, eles formaram um casal melhor que o principal, menos monótono.
    Sobre o romance de Kim Won e Hyung Joo, o final foi inesperado, porém achei que isso não foi um ponto negativo, gostaria que tivessem tido mais cena deles juntos.
    Han Ki Ae e Park Hee Nam foram culpadas pelas melhores cenas do drama, as atrizes foram muito boa atuando, personagens muito bem desenvolvidas na série.

  3. dayane

    Nossa eu concordo com tudo q vc disse sobre o drama, é um drama bom mas poderia ser muito melhor, as historias secundarias poderiam ter sido melhor exploradas como o do casal Ajhussi q depois daquele beijão inicial eu pensei q teria um grande destaque no drama mas como vc falou parece q a roteirista ñ tava interessada.E o grande vilão foi o pai do Tan, pq a Rachel pra mim num fez nem metade do q poderia ter feito pra melar a relação do casal principal.Sobre a Park Shi Hye,eu também não vi nada q não tenha visto em relação a atuação dela, acho q ela precisa de um papel diferente, mas acho dificil de acontecer já q parece q os roteiristas e o público gostam mesmo da imagem de inocência e fofura q ela passa.

  4. Li

    Olá, vc fez um bom review, parabéns! ^^
    Só quero fazer uma pequena correção, na verdade o Kim Tan era filho da amante. A segunda esposa é a diretora da Jeguk, e está viva, enquanto a primeira é a mãe do Kim Won e já faleceu.

    1. Camila

      Nossa, eu confundi! Achei que a primeira esposa era a diretora da escola e a segunda era a amante (mãe do Kim Tan)… obrigada pelo toque, já arrumei :D

  5. Caroliny

    Realmente concordo com você em vários pontos…
    1 Os protagonistas não sustentaram o drama
    2 A historia ficou chata em vários momentos
    3 Tive mais interesse por Kim Won e sua professorinha ( lindos) do que por Eun e Tan
    4 Lee Min Ho é lindíssimo mais não da mais pra interpretar mocinhos de 18, já pode começar a interpretar homens mais interessantes ^^
    5 o desenvolvimento dos demais personagens não aconteceu
    6 Foi muita expectativa pra pouca historia e emoção
    7 Os beijos de Park Shin Hye foram deprimentes
    8 Queria um lindo final para a mãe de Kim Tan e para o lindo Kim Won

  6. NaFaccio

    Realmente estou cansada desse tema clichê.. tbm esperava mais, mas gostei muito da serie.. a historia principal poderia ter ficado um pouco melhor. E com certezas as historias paralelas foram demais !

Poste o seu comentário