S-Diary

Olá loucos por Kpop! Estamos de volta com mais um review de filme para vocês.

Outro dia estava conversando com uma amiga sobre filmes e chegamos a uma pergunta frequente na cabeça de quem busca esse tipo de entretenimento: O que buscamos num filme?
Depois de certa discussão chegamos a conclusão de que o certo é não buscar nada num filme. Isso mesmo, nada! Devemos deixar que o filme nos surpreenda , para o bem ou para o mal, por que filmes  são como pessoas. Alguns são simples e tímidos, mas geralmente conseguem nos agradar por serem assim. Outros são megalomaníacos, cheios de si, cercados de efeitos e estratégias que disfarcem sua falta de conteúdo. Uns assustam, outros fazem rir e até mesmo o mais chato pode te ensinar alguma coisa. Filmes transformam, marcam nossas vidas e muitos até passam a fazer parte dela.Quando encontrei  S Diary de cara achei que o filme seria ruim, por que acabei sendo enganado pelo meu preconceito contra filmes românticos, mas não é que o filme me surpreendeu.  Então vamos ao review do divertido S Diary  uma comédia – romântica sul-coreana de 2004. Simples, divertida e cativante.
A história
Tudo começa com Jini (Kim Sun-ah) terminando mais um relacionamento desastroso. O motivo, o parceiro não sabe ama-la da forma correta. Mas quem sabe? O então futuro ex-namorado, recomenda que Jini busque seus ex-parceiros para questiona-los sobre o amor que sentiram por ela. Após um período de sofrimento com mais um fim conturbado de namoro, Jini resolve ler seus antigos diários para buscar erros nos seus relacionamentos e descobrir se algum dia foi amada de verdade. Ela revive então seus três primeiros amores, Kuhyeon (Lee hyun-woo ) o religioso que foi o seu “primeiro tudo”, Jeongseok (Kim Su-ro) o homem sedento de sexo, que é um grande explorador e Yooin (Gong Yoo) um artista que vive a vida loucamente.
Essa busca será destrutiva e trará um desejo de vingança incontrolável
S Diary

Aspectos Técnicos
O filme é sem dúvida divertido, mas como em qualquer filme, existem alguns problemas.
O roteiro é bem clichê, mas hoje em dia grande parte das comédias românticas seguem um mesmo estilo, elas tentam ser engraçadas e emocionantes ao mesmo tempo. Para muitos isso pode parecer confuso e no caso de S diary  o filme demora um pouco para mostrar realmente a que veio. Me pareceu que os roteiristas não sabiam qual seria o estilo do filme na realidade, já que sua primeira metade é melancólica como um romance clássico e a segunda metade é divertida e ágil como bons filmes de comédia. Seria melhor ter focado num desses segmentos, já que, romance de verdade não é o foco.
Em compensação, grande parte do roteiro é eficiente. A história é dividida em quatro momentos, os três primeiros enumerados como os três grandes amores e o último mostrando os acontecimentos atuais.  Cada um dos três amores, representa uma fase no desenvolvimento emotivo de uma pessoa. O primeiro deveria ser puro e inocente, mas como o parceiro era mais velho ele acaba tirando proveito disso. Aqui uma animação com um lobo e uma ovelha representa de forma divertida a primeira vez de Jini.
No segundo amor, Jini está mais madura e mesmo assim continua sendo submissa aos seus companheiros. O filme é repleto de insinuações de sexo (o S no título é de Sex) embora nenhuma dessas cenas sejam picantes o suficiente para fazer a censura do filme ser mais que 12 anos. Isso, por que as cenas são uma forma divertida de mostrar a evolução de Jini nesse sentido também, do início tímido, as brincadeiras malucas do terceiro amor.
O terceiro amor é o que se aproxima mais de um amor verdadeiro. Jini está bastante madura mas acaba regredindo para acompanhar as loucuras do jovem Yooin. As cenas de “sexo” são divertidas. (Destaque para a brincadeira de anime de ação) e mostram que finalmente Jini é feliz. Aqui o filme já escolheu o caminho a ser seguido e se torna mais instável e divertido. Também somos apresentados aos amigos gays de Jini, que não são caricatos e servem como equilíbrio para Jini. Os castigos da vingança também são interessantes, privando cada um dos personagens de seus bens mais queridos, sejam eles materiais ou não.
Como comentei acima, o filme peca por ficar meio perdido entre dois estilos, embora a comédia ganhe força e deixe o romance em segundo plano, muitas reflexões são feitas sobre o amor, mas essas partes são apenas para mostrar onde ocorreram os erros e ensinar para milhares de mulheres coisas importantes sobre esse sentimento  tão complicado. Só isso já basta para conquistar meninas apaixonadas e fazer do filme uma central de ensinamentos amorosos, embora romance  de verdade o filme não tenha.
A fotografia é bacana, embora grande parte das tomadas do filme sejam internas. Aqui destacamos as cenas na igreja e na casa de Jini.  Além disso muitos detalhes no cenário representam a personalidade de cada um dos amantes. A casa de Yooin é um caos e nas cenas onde é mostrada a casa de Jeongseok, truques de câmera são usados para completar diálogos com elementos do cenário de forma inteligente.
A trilha sonora é simples, mas competente. Destaque para Don’t cry baby e Love Theme, as duas músicas completam muito bem duas cenas importantes do longa. O resto são instrumentais melancólicos e divertidos usados nas cenas condizentes ao estilo das canções.

S Diary

Atuações
Aqui temos o ponto mais forte da produção. Eu demorei muito tempo para diferenciar um ator coreano bom de um ruim. Muitas vezes atores miam, fazem força mas não conseguem derramar uma lágrima. Outros fazem caras e bocas para serem engraçados e não são. Se você vai fazer um dama você deve convencer de que tudo aquilo realmente é tocante. Se um ator faz uma comédia ele não pode ser meio engraçado pois nesse estilo de filme não existem meios termos, ou se é engraçado ou não. É chato dar aquele sorriso tímido depois de uma cena que deveria ser engraçadíssima, comédia deve divertir e fazer rir de verdade.
S-Diary tem atores muito bons. Kim Sun-ah está muito bem em todas as fases de sua personagem.  Ela além de bastante carismática, faz você acreditar e torcer por Jini. Destaque para cenas de choro, principalmente as que são fruto de algum tipo de humilhação, e para as cenas de comédia. A cena do ônibus, mostra um lado mais caricato da atuação da atriz e garanto que é impossível não rir da cena de sexo desastrosa entre ela e Kim Su-ro.
Kim Su-ro é um destaque no filme. Sua atuação é tão exagerada que é impossível não sentir nojo das atitudes egoístas de Jeongseok. As reações dele desencadeiam todos os planos mirabolantes de Jini para se vingar dos três amantes. Kim, é um ator completo que muitas vezes pode parecer exagerado, mas que tem um talento incrível para mudar em cena. Ele vai do máximo de loucura a calma de um diplomata em segundos, isso faz dele o melhor entre os três ex-namorados.
Lee hyunwoo e Gong Yoo são dois atores que cumpriram muito bem seus papeis no filme, mas nada que seja memorável. O primeiro interpreta um padre que acabou sendo o primeiro amor de Jini. (Na época ele não era padre ok J) Seu jeito meio tarado de ser é divertido, e as cenas em que sofre as consequências  da vingança são hilárias, mas no geral ele acabou apenas  coerente ao roteiro. Já, Gong Yoo convence, causando  um sentimento de pena, por ser arrogante e cheio de si, mas na verdade ter uma vida medíocre e  controlada pela mãe. As cenas em que interage com sua mãe são sem dúvida as suas melhores no filme. Com certeza seu castigo é um dos piores.

Minha Opinião
O filme é bom. Diverte e consegue prender o espectador até o final. Tem falhas como milhares de filmes do gênero, mas consegue se destacar entre tantos, exatamente por arriscar e tentar ser diferente.
Eu sou muito chato com comédias, pois acho que elas devem ser engraçadas. Simples assim. S-Diary é engraçado e divertido como poucos filmes coreanos, por que não basta criar situações sem sentido e completamente caricatas, isso é fácil, tem que ser engraçado de forma simples, sem apelar. S-Diary é um filme que agradaria homens e mulheres. As meninas depois de vê-lo ficarão mais espertas para as armadilhas do amor, e os garotos aprenderão onde não errar.
O filme está liberado. Veja  e divirta-se com essa produção.  E lembre-se: Somos limitados pelo que conhecemos, então procure conhecer bastante coisa. :) Busque novidades!

Trailer

Imagem de Amostra do You Tube

Ficha do Filme
Nome: S –Diary (에스 다이어)
Gênero: comédia romântica
Ano: 2004 – 106 min
Direção:KwonJong-kwan
Roteiro:Kwon Jong-kwan e Park Seong-hun
Com: Kim Seon-ah,Kim Soo-Ro, Lee Hyeon-woo

Nota
Mudando um pouco o sistema de notas de filmes, vou trocar os números por estrelas . De 0 a 5.
S- Diary:

Bem, até a próxima com mais um review. Indiquem filmes! :)

Sobre Joederss

Piauiense até o ultimo fio de cabelo, 22 anos . Sou estudante de Pedagogia e professor, por amar infinitamente o que faço Sou pseudodesenhista, filósofo de sarjeta, autista por conveniência, apreciador do ócio e ursinho carinhoso nas horas vagas. Alma de artista, cérebro de economista, corpo de bicho-preguiça, humor de malabarista. Amante de boa música,livros e filmes. Toco piano de vez em nunca, quero muito aprender a tocar violão, rezo quase sempre, odeio muvuca. O k-pop é novo na minha vida, mas ja ocupa um espaço bem grande… :P

There are 4 comments

Poste o seu comentário