EXO – Overdose

overdoseOT12

P.S.: Esse review estava sendo preparado com muito carinho para o site antes de toda a confusão com Kris começar. Fiquei realmente na dúvida se deveria postá-lo ou não, mas fui encorajada pelos meus amigos do kN a publicar, no sentido de trazer não só para os fãs do EXO, mas para todos que curtem kpop, palavras que fujam dessa atmosfera pesada que se criou. Espero que meu humilde texto (meu primeiro review musical) alegre o coração de vocês. EXO, SARANGHAJA!!!!

Introdução


 

Someone call the doctor!!! O kpopNOW preparou um review de Overdose!!!

Os garotos com superpoderes da SMEnt. estão fazendo mais um retorno, cheio de mistério, contratempos e ansiedade. Com pouco mais de dois anos, o grupo sino-coreano já conta com um incrível histórico, dentre vitórias em premiações importantes e recordes de vendas alcançados. Por isso, Overdose foi aguardado com inquietude e apreensão: os doze garotos continuariam nessa ascensão de sucesso? Fariam tanto barulho no cenário musical como foi com MAMA, Wolf e Growl?

Sem mais delongas, vamos analisar Overdose.

Os percalços


 

exo_overdose_teasers

O último comeback do Exo foi Growl (não contando Miracles in December, um special comeback) em agosto de 2013 e muito se especulava sobre como os meninos fariam seu retorno ao mundo musical. Ainda existem algumas músicas da era dos teasers (relembrem El Dorado, Run and Gun, Beautiful, dentre outras) que ainda não foram reveladas e muitas pessoas acharam que algumas delas sairiam no próximo trabalho dos garotos. Também se comentava se eles continuariam promovendo juntos, ou em suas subdivisões como acontecia na época de MAMA.

No começo de abril deste ano, a SMEnt. começou a divulgação com as fotos-teasers, que rapidamente chamaram atenção dos fãs pelo ar enigmático, com o contraste entre o preto e branco/colorido e imagens borradas. Eles voltariam aos palcos e às competições musicais em 15 de abril, como de fato aconteceu no evento Samsung Music. Porém, antes disso, o vídeo da prática de dança vazou na internet e, pouco tempo depois os MVs também caíram na rede (em baixa qualidade, mas caíram), fazendo as expectativas em torno do grupo minguarem um pouco.

E quando eles iriam começar a se apresentar, aconteceu o acidente com a balsa Sewol, adiando não só o comeback deles, mas fazendo com que várias empresas reprogramassem as agendas de seus artistas e as emissoras sul-coreanas cancelassem os programas de entretenimento por vários dias.

Finalmente, em 7 de maio, a SMEnt. liberou em seu canal no youtube os vídeos do EXO-K e do EXO-M de Overdose, acabando assim com a angústia dos fãs de ver o retorno do EXO oficialmente.

O mini-álbum


 

exo_cards

São 5 músicas, contanto com a faixa-título, que mesclam vários estilos de forma encantadora e prazerosa.

Moonlight, a balada do cd, interpretada pela vocal line do grupo, traz, com a batida forte e marcante do R&B, o lamento de um amor que não pode se concretizar e então acontece unilateralmente e à distância. O melhor dessa música é escutar o solo de guitarra, bem marcante e com um tom de lamúria, frisando ainda mais todo o drama da música. Viciante e sensacional.

Thunder é descrita como R&B e synthpop, mas para mim é simplesmente um pop latino incrível.  Fiquei simplesmente em êxtase quando escutei a música. O break para o rap com uma cadência mais militar foi o toque de mestre.

Run é mais alegre e conta o bom sentimento vindo do começo de uma paixão. É o flerte com o pop-rock que pode ser percebido sutilmente em alguns trabalhos da SMEnt. Zhoumi, do SuperJunior-M, participou da produção dessa música.

Love Love Love para mim é o melhor de dois mundos: o R&B ocidental, com os arranjos orientais proporcionados pela guitarra e harpa. Não apenas a melodia, mas a letra, falando sobre um amor intenso, dão um ar sexy à música, além, claro, do ótimo desempenho de Kris e Chanyeol no rap.  ~~Cause you’re my earth, air, water, fire~

Overdose


 

overdose_3

Quando perguntado no programa Entertainment Star World sobre qual música do novo trabalho Kris recomendaria, imediatamente ele respondeu que indicaria a própria-faixa título. Como o nome indica, quando você a escuta pela primeira vez, dá vontade de escutar uma segunda vez, tornando-se, assim, um vício (confira aqui).

Ele não errou. Produzida por The Underdogs (os mesmos de Mr. Mr. de Girls’ Generation), percebe-se que tudo relacionada a ela foi muito bem pensado, tornando-a realmente viciante. Desde a batida, a letra muito bem encaixada (sem a repetição cansativa do nome da música ou de onomatopeias), acompanhada pela dança milimetricamente calculada, até o nome (em hangul 중독, “envenenamento” e em mandarim 上瘾, “vício”) mostram como a SMEnt. sabe vender uma música com alta qualidade.

A coreografia foi bem feliz por acompanhar o instrumental da música em vários momentos, como por exemplo, as cabeças sendo uma espécie de bateria, as palmas ou o “tamborzinho” que Kai e Tao simulam tocando as bochechas.

overdose_mv

Além disso, em algumas ocasiões, os passos são uma reprodução da letra da música, como por exemplo, no rap de Kai na versão coreana e de Tao, na chinesa, na qual eles mostram um coração sendo pisado e logo após fazendo uma ligação para o médico/doutor. Os passos, assim, se tornam únicos, executáveis apenas em Overdose. É interessante notar ainda que a coreografia fica bem de qualquer forma, seja na versão do MV, onde a câmera segue os meninos de maneira interativa, seja vista apenas de frente, seja performada por seis, ou pelo EXO inteiro. Trabalho de mestre na minha opinião.

O MV traz alguns segundos introdutórios de algo que se pode chamar de drama. Os garotos estão presos num labirinto e não há menção aos poderes deles. Isso porque em MAMA já havia sido explicado que, quando separados, eles são mais fracos. Enquanto uns parecem procurar uma saída, ou mesmo pelos outros membros, percebemos que alguns dos garotos estão quietos em algum canto, provavelmente debilitados por não estarem em grupo. Presos nessa espécie de armadilha, Suho e Xiumin aparentemente encontram o caminho certo, contudo existe uma barreira invisível, impossível de ser vencida. Tudo isso seria uma metáfora para explicar a separação em EXO-K e EXO-M.

overdose_mv2

O mini drama também pode ser interpretado em relação à própria música: eles procuram uma escapatória para se livrarem do vício que é a tal garota da canção, mas não conseguem. Mesmo no final, quando Luhan e Kai acham ter encontrado a saída, mostrando um semblante de alívio, na verdade eles só chegaram no centro do labirinto/vício.

Mandarim ou coreano?


 

overdose_3

Desde a era MAMA, eu e todos os meus conhecidos que gostam do EXO sempre demos preferência ao EXO-M. Além do toque misterioso que o mandarim empresta às musicas, com sua entonação única, sempre achei a subdivisão chinesa mais bem dividida. Enquanto o EXO-K era basicamente o Kai à frente, D.O. e Baekhyun nos vocais, no EXO-M as coisas eram mais uniformes, eu não conseguia apontar um que aparecesse mais.

Essa era a minha impressão até Overdose. Suho, o líder, ganhou mais destaque na canção, além de Sehun, que impressionou com seu rap altamente charmoso. Porém, a grata surpresa foi Xiumin: o mais velho e mais calado do grupo capturou a atenção dos fãs por participar do rap, juntamente com Kris e Tao, além de fazer o já conhecido “E-X-O” com seu próprio estilo.

xiumin_x

O resultado foi os dois grupos se apresentando de forma mais coesa e uniforme. Lembrando que é realmente difícil distribuir partes de uma música para 6 integrantes (tarefa muito mais complicada quando os 12 estão juntos), porém Overdose, não apenas a faixa-título, como todas as outras músicas, revelou de maneira surpreendente e gratificante os muitos talentos do EXO

Conclusão


 

Para garotos que abusam da imagem de colegiais, Overdose é um belo contraste, pois é um trabalho bem maduro, musicalmente falando. Mesmo continuando na linha de misturar diferentes estilos, do dubstep e eletrônico ao R&B, este álbum revela como o EXO vem abandonando a imagem de rookies e se firmando com um dos maiores grupos de kpop da atualidade. E vocês, leitores e leitoras do kpopNOW, o que acharam de Overdose? Comentem aí!

.ot12ot12

Sobre Maíra

Kpopper e dorameira desde 2010.
Costumo escutar muitas coisas, então considero que pertenço a vários fandons sem participar de nenhum efetivamente.

There are 12 comments

  1. Kim

    Adorei o álbum, ainda prefiro a versão do EXO-M, achei mais agradável, mas “Overdose” é muito melhor do que Mr Mr, demorei a acreditar que são do mesmo produtor. Só achei que a SM ficou com preguiça quanto as roupas de seus grupos, todos promoveram de terno

  2. An

    É’mesmo uma pena que toda essa coisa do Kris esteja acontecendo, eu espero que tudo se resolva logo, e que tudo dê certo.
    Mas enfim, adorei o review.
    Você colocou as coisas de uma ótima maneira, explicando até mesmo os contratempos que houveram, e que afetaram o comeback. Ficou muito bom mesmo.
    Agora sobre Overdose:
    Eu gostei de visual (embora no começo tenha estranhado o chapéu de pescador que o Baekhyun e o Chen usam, e as roupas larguíssimas do Chanyeol), exceto pelo cabelo do Kai. A música é ótima, viciante, bem feita (eu não sabia que tinha sido produzida pelos caras de Mr Mr), mas o álbum fica atrás de XOXO na minha opinião pessoal. O MV é a famosa caixa da SM, mas ficou bem feito, a coreografia então… pffffff.
    Achei que Overdose foi bom, não decepcionaram.

  3. sl

    adorei o post porem ainda me soa melhor a versão do exo-m porem ate o live de overdose é bem melhor que o do exo-k porem fazer o que se na coreia tem mais divulgação que na china pelo q percebi tem pouco programa musica por lá e agora com o problema do Kris tudo ficou um incognita para o exo-m porem é torcer por dias melhores

  4. Júnior

    Sei que tô meio atrasado, mas acho que ainda dá tempo de comentar. xD Seu review ficou T.O.P!!! Gostei demais de Overdose. Achei a música bastante viciante e envolvente. Porém, ao ouvir a música pela primeira vez, eu achei que ela me lembrava uma outra, mas deixei passar. Contudo, esses dias eu parei pra ouvir DBSK e notei que Overdose se parece muito com Keep Your Head Down. Essa impressão não foi só minha. Alguns amigos pra quem eu falei disseram ter notado a mesma coisa. Confere isso? Mais alguém teve a mesma impressão? Oo

    1. Maíra Carneiro

      Primeiramente, obrigada pelo elogio! ^^

      Sobre parecer com Keep Your Head Down, enquanto lia seu comentário, me veio à cabeça a música e pensei “nada a ver”. Porém fui movida pela curiosidade e fui conferir o vídeo. Desculpa, musicalmente falando, continuo achando que não são parecidas!

      Maaaaaaaaaasssssss, em relação às histórias, sim, vejo muito do EXO nesse vídeo do TVXQ. O começo de KYHD lembra muito o segundo teaser do Tao (sim, a famigerada época dos teasers), confira:

      https://www.youtube.com/watch?v=tX1NPEsCGIk

      Sem contar que o controle do fogo por Changmin e Yunho me trouxe à mente o MV de MAMA, com a interação de Chanyeol e Kris (o que controla o fogo e o dragão, respectivamente):

      https://www.youtube.com/watch?v=eQ9sTtXSDwo&feature=kp

      Essa história dos superpoderes na SM não é de hoje, o caso é que com o EXO ficou mais organizadinha, com uma lenda inventada, uma história contada e muito mistério. Sempre achei que, com isso, a SM mandava o recado de que os artistas de lá são tão bons, tão perfeitos, que são sobre-humanos.

      No mais, queria agradecer pelo comentário, além de ter sido perspicaz e ter me levado a uma reflexão, me fez abrir a mente para futuros reviews, onde terei de ser mais profunda, além de procurar pesquisar mais sobre o tema a ser tratado.

      Continue opinando aqui, tá?

      =**

  5. Felipe

    Que achei mais curioso foi a expressividade dos pentiados de Suho e do Kai perante ao tema, forneceram uma síntese do “envenenamento” da música, expondo seu domínio da paixão. Fico bem bacana.

    1. Maíra Carneiro

      hahahahahahahahahahaha

      eu não tinha pensado nisso, sabia! o kai tá pra lá de viciado, tá um louco obcecado com esse cabelo!

      boa sacada, gostei! ;)

  6. Adriel

    Achei que Overdose, foi um mini-album muito bem bolado, porém prefiro o EXO-K. Concordo também que o Kai toma a frente de quase todos os MV’s do Exo, e também amei, o “aparecimento” do Xiumin

Poste o seu comentário