EXO – EXODUS

exo_capa

Depois da saída de dois integrantes e de outros vários escândalos envolvendo o grupo, é claro que a SMEnt. iria cuidar dos mínimo detalhes para o retorno de EXO. Se de fato esse empenho funcionou ou não, fica a critério das/os várias/os fãs da boyband sino-coreana e das/os amantes de kpop em geral. Por certo EXODUS continua trabalhando bem os vários talentos dos integrantes e mostra quanto eles ainda podem nos surpreender.

Porém, para falar do álbum em sim, é necessário fazer um pequeno retrospecto de tudo que envolveu esse retorno, então comecemos do começo!

O segundo show solo “The Exo’luXion”

EXO1

Contrariando até então o que era a lógica da empresa (retorno seguido de shows/tour), o grupo se apresentou por quatro dias no Olympic Gymnastics Arena antes mesmo de qualquer detalhe sobre a volta propriamente dita ser revelada. O nome do segundo show solo significa EXO + Revolution, evidenciando o “x”, dez em número romano.

E foi durante essas apresentações que o público pode ter o gostinho do que viria a ser o segundo álbum do EXO, pois eles apresentaram, dentre outras músicas inéditas, Hurt, Playboy e Promise, sendo esta última composição de Lay e Chen, com a letra do rap por Chanyeol. Também durante os concertos foi revelado a prévia de Call Me Baby, música que viria a ser faixa-título da nova fase do grupo.

Pathcodes

exo_pathcodes

A SMEnt. liberou, em meados de março, um vídeo misterioso com Kai, finalizado com a palavra “EXODUS” e uma espécie de cubo com dez vértices, formando o símbolo do EXO. Estava começando assim o segundo nascimento do grupo e o desespero das/os EXO-Ls, para entender quais as mensagens escondidas em cada um dos dez vídeos, liberados ao longo do mês de março. Junto com os pathcodes, foi criada uma conta no twitter, dando mais dicas como “a primeira sugestão é o número de bolas de gude que passaram no labirinto”. Os vídeos, muito bem produzidos, e gravados em diferentes locais (Espanha, Inglaterra e China), utilizavam como base para as curtíssimas histórias os poderes dos garotos da era MAMA. Muito se especulou e muitas teorias foram criadas para explicar o nexo e as mensagens escondidas nos vídeos com a história do EXO em si. Apesar de ser a mesmíssima técnica de divulgação usada na era MAMA, prendeu muito bem a atenção e colocou o grupo em evidência.

First Love

Ainda antes de a faixa-título e todo o álbum serem inteiramente revelados, a SMEnt. liberou no canal do youtube a música First Love por dez  horas, como um presente adiantado para as/os fãs. É uma baladinha R&B deliciosa de se ouvir, com uma letra interessante, falando sobre um amor leve e colorido. Esta música não entrou no álbum.

Imagem de Amostra do You Tube

O álbum

Finalmente no fim de março e de toda essa preparação misteriosa por parte da empresa, o segundo álbum completo do EXO foi revelado. EXO-D.O 2Apesar de toda essa expectativa e de o grupo já ter uma base de fã forte e fiel, o all-kill nos charts não veio de maneira fácil como muitos previam (e torciam), pois outros trabalhos também estava igualmente em evidência, como o mini álbum Colors, de miss A, e o single Puss, da AOA Jimin com participação de Iron.

EXO-Lay-3-650x975

EXODUS é um trabalho interessante e conta com nomes pesados da música na composição e produção. São dez músicas na versão coreana (dez na versão em mandarim, claro) de um pop altamente comercial. Para os fãs um pouco mais velhos, soou como algo parecido com o pop americano do início dos anos 2000, trazendo aquela sensação de nostalgia; para os fãs mais novos, ficou algo diferente e divertido. Ou seja, EXODUS, numa tacada só pretende cooptar, além dos habituais fãs coreanos/chineses, também entrar no radar não só de fãs mais jovens, como também daqueles um pouco mais velhos. Ponto para a SMEnt.!

EXO-Baekhyun-Pathcode-4

Transformer foi a música feita a para os rappers do grupo brilharem. Um hip-hop com batidas fortes e graves, é aquele tipo de canção intensa e atraente. Ótima opção para abrir os trabalhos.

What If (produzida, dentre outros, por The Underdogs, de Overdose), a primeira balada do grupo, que conta com a participação de todos os integrantes, é um R&B triste, nostálgico, arrependido. Com certeza se em coreano, ou em mandarim, existisse a palavra “saudade”, com o sentido doloroso que só nós brasileiros conhecemos, ela seria usada largamente nesta música.Exo-Chen-4-650x975

Segue o tom tristonho My Answer, cantada apenas pelos principais cantores do grupo (Suho, D.O. e Baekhyun na versão coreana, D.O., Chen e Lay na versão em mandarim), acompanhados apenas de um piano. É interessante ver o jogo de vozes muito bem colocado se declarando de forma envolvente “é você, minha resposta é você”. Tocante, não?

EXO-Sehun-Pathcode-3

E aí chegamos à música que dá nome ao trabalho. Se falarmos apenas em melodia, ela é ótima e viciante. Porém a letra deixa a desejar. Quer dizer, depois de todas as teorias e tentativas de entender porque o trabalho se chama Exodus, esperava-se algo um pouco mais profundo e lógico. Com um refrão confuso “êxodo, êxodo, ela é meu êxodo”, dá a impressão que o título da música foi escolhido aleatoriamente, um pecado quando estamos falando do todo planejado EXO.

EXO-Xiumin-Pathcode-1

El Dorado era uma das grandes curiosidades do fandom, pois o instrumental foi usado na prévia de Chanyeol antes da estreia do grupo e só foi revelada completamente agora. A música combina bem com mito da cidade de ouro perdida, o que me incomodou um pouco foi o tom. Por ser uma música alta (ou aguda, como preferirem), os refrãos (principalmente, mas não só eles) ficaram um pouco difíceis de cantar e dá para perceber certa dificuldade de Baekhyun para alcançar as notas altas de forma satisfatória.

exo - chanyeol 2

A versão em mandarim ficou melhor, pois Chen tem uma extensão vocal maior, mas mesmo assim um pouco desconfortável. Aqui dá para desfazer muito bem o mito que cantar alto é sinônimo de cantar bem. Não é. Teria sido melhor deixar essa música num tom mais baixo. Também acharia melhor se eles tivessem pronunciado “el dorado” com sotaque castelhano. Teria ficado mais charmoso!

exo-tao (4)

Playboy (inteiramente produzida por JongHyun, de SHINee) é mais jazzy e fala sobre pensar menos e agir mais quando se deseja alguém. Particularmente acho que essa música combina mais com o próprio Jonghyun que com o EXO.

Hurt tem uma introdução diferente, mais puxada para o creepy, contrastando com a música em si. A letra é um daqueles lamentos de alguém preso a um amor doentio, mas a batida forte a faz se distanciar de uma balada comum. Não é uma música difícil de escutar ou entender, pelo contrário, Hurt é ótima e te prende de primeira.

EXO-Kai

Lady Luck é sexy, romântica, surpreendente! Não é todo dia que se escuta um gemido bem erótico em qualquer trabalho da SMEnt., então essa música causa um espanto bom  e uma vontade de entendê-la e escutá-la sempre mais.

Por fim Beautiful, também umas das aguardadas desde 2012, com a ressalva de ter sido o solo de Suho no primeiro show do EXO, então uma parte da música já era conhecida. É uma balada delicada e agradável, finalizando de forma suave o álbum.

Call Me Baby

EXO sempre trabalhou com músicas intensas, então seria uma grande responsabilidade achar algo que se colocasse à altura dos outros sucessos do grupo. Tendo o nome de peso Teddy Riley na produção (The Boys de Girls’ Generation), Call Me Baby não falha, uma vez que tem um toque de diversão, adicionado à coreografia de alto nível e ao novo formato do grupo, adaptado de forma exemplar. Entretanto não dá para dizer que será uma faixa-título inesquecível, na verdade ela é bem lugar comum. Call Me Baby cumpre bem o propósito de qualquer música pop, que é chamar atenção por um tempo, mas é só isso mesmo. Faltou o mistério, o arrepio e o vício bem presentes em MAMA, Wolf, Growl e Overdose.

Imagem de Amostra do You Tube

Claro que isso não é problema para o fandom. As conquistas de EXO com Call Me Baby são avassaladoras, como 17 vitórias nos programas musicais coreanos, entrar no Hot 100 canadense (apenas Psy havia conseguido esse feito antes, com Gangnam Style e Gentleman) e ser o grupo de kpop a alcançar a posição mais alta no ranking Billboard 200.

E sabendo tão bem da fidelidade das/os fãs, a SMEnt. colocou à venda VINTE versões do álbum, que só na pré-venda venderam mais de 500 mil cópias. É inegável o poder que EXO tem.

Conclusão

O álbum conta com músicas boas, mas tive certa dificuldade para entender o conjunto da obra. Na ânsia de mostrar como o grupo é versátil, a SMent. por vezes peca pelo excesso e acaba conseguindo o efeito contrário, escondendo a identidade dos artistas. Não é um problema só com o EXO, já notei que geralmente os mini álbuns de qualquer artista da SMEnt. costumam ser melhores, os álbuns se perdem e tendem a  ser um pouco confusos mesmo.

exo_labirinto

Outro ponto que incomodou um pouco os fãs foi o número dez aparecer de forma exaustiva. Seria uma indireta para Kris e Luhan? Pode ser. Mas lembremos que existe uma espécie de lenda criada para explicar o EXO e ela precisa seguir o grupo de forma lógica. Provavelmente no próximo retorno não exista nenhuma referência aos dois ex-membros.

Também destaco o fato de todo o mistério dos pathcodes não ter nenhuma relação com o videoclipe de Call Me Baby. É tão frustrante desperdiçar o frenesi criado por essas prévias que até hoje algumas(ns) fãs ainda tentam  relacionar os pathcodes com os outros videoclipes do EXO, criando uma sequência lógica.

CMB_ED2

Aliás, falando em sequência, especula-se que o grupo pode retornar muito em breve com El Dorado. Talvez more aí a possibilidade de continuação da narrativa mítica do grupo.

No mais, é sempre bom ver como são divididas as músicas e foi ótimo ouvir Kai e Chanyeol cantando mais, Sehun crescendo em suas participações e Xiumin se tornando parte essencial. Imaginei como seria o álbum com Kris e Luhan, principalmente quando escutei Beautiful e El Dorado. Contudo imagino que o objetivo maior de Exodus é provar que ninguém é insubstituível e que o grupo segue muito bem mesmo perdendo membros. Bom, acho que a SMEnt. conseguiu, né?

Obs1.: Pode ter seis, quatro, um, EXO-M sempre soa melhor que EXO-K, como é isso?
Obs2.: Tao não saiu do EXO, então acalmem o coração!

EXO3-e1427851126383

Sobre Maíra

Kpopper e dorameira desde 2010. Costumo escutar muitas coisas, então considero que pertenço a vários fandons sem participar de nenhum efetivamente.

There are 29 comments

  1. Tamyris reis

    Não acho que o exo-m soe melhor que o k mais vai da opnião de cada um, e concordo com cada texto que foi criado para avaliar as musicas, eu gostei bastante principalmente quando falou de lady luck,hurt, e playboy o 10 apareceu excessivamente chega a ser chato!!

  2. tx

    sempre gostei mais do exo-m, por isso fico triste pela saída dos meninos, acho que os únicos que canta bem no exo-k é o D.O e o Baekhyun… desculpa mais é minha opinião e sim, eu não sou fã, apenas admiro.

  3. ines

    eu amo exo
    fico triste por kris e luhan teram saido
    eu amo exo-m mas exo-k é mais famoso acho eu….
    o meu favorito é o lay oppa
    e ainda bem que tao nao saiu mas se ele tem uma lesao espero se seja bem tratato
    adora va que eles se juntasem todos
    mesmo que fosse por pouco tempo

  4. Anieyo

    Sempre gostei mais da versão m também! Apenas fiquei meio balançada nesse álbum, pois com duas vozes a menos o Chen cantou mais em algumas músicas. Acho o vocal do MinSeok tão bom e versátil! Embora ele tenha ganhado mais linhas, ainda senti falta, sabe? Mas tudo bem ;-; também senti a mesma coisa em El dorado, os agudos do Chen ficaram melhores do que os do Baek (obviamente pela maior extensão, como você disse), mas mesmo assim ainda me deu um incômodo. Parece que sinto desconforto na voz dos dois, sabe? Nãoé pra menos, aquelas notas são difíceis. É isso ai, adorei o que você escreveu *-*

    1. Torrance

      Não penso que “El Dorado”, (uma das minhas favoritas deste álbum) ficaria melhor mais baixa. Amo a performance de Baekhyun. Ele pode ter dificuldades em alcançar notas mais altas, porém adorei o resultado, pois desencadeou em mim emoções que Chen não conseguiu. Já ouvi “El Dorado” na versão coreana umas mil vezes. Então, acho estupida essa afirmação de que EXO-M soa melhor que EXO-K, logo que a preferencia por determinada versão é absolutamente subjetiva.

      1. Anieyo

        Não acho que o Baekhyun tenha alguma dificuldade em alcançar notas altas. El dorado seria uma exceção, e em nenhum momento afirmei que ele possuía tal dificuldade, eu apenas comentei que Chen executou as mesmas notas com mais facilidade. E partir disso eu conclui que nas duas canções, cantar as notas mais altas pareceu um tanto desconfortável aos dois. Eu estou me referindo a parte clímax da música, não aos refrões nem nada. Acho que você misturou as informações que a moça da postagem fez com as minhas. E, por favor, deverias ser mais cauteloso em suas palavras, ao chamar minha afirmação ou a da autora de estúpida está sendo rude, não achas? Opiniões divergem mesmo, você disse que gosta mais do K. Eu não vou vomitar aqui meus motivos por Gostar Mais da versão do M. Afinal isso não se faz, EXO é EXO. Não existem versão melhor do que aquela em que todos estão no palco cantando a música. Odeio ser mal interpretada e ainda ser ofendida.

        1. Torrance

          Sim, talvez seja rude pensar que: “acho estupida essa afirmação de que EXO-M soa melhor que EXO-K”. Entretanto a autora, ainda que sutilmente também foi grosseira ao levantar tal afirmação sobre o EXO-K, logo que como já mencionei, preferência é algo subjetivo. Isso não foi indireta para você. E sim, também refiro-me ao climax da música, logo após o rap do Chanyeol, pois no restante não há nada a discutir, continua perfeita. E não estou lhe ofendendo, por favor, na verdade estamos defendendo a mesma causa, a valorização de todo o EXO. Isso não se faz, dizendo que EXO-K não soa bem aos ouvidos… Logo, você devia comentar é sobre: “Pode ter seis, quatro, um, EXO-M sempre soa melhor que EXO-K”. Respondi ao seu comentário devido a isso: “É isso ai, adorei o que você escreveu *-*”, pois eu gostei de 80%, exceto isso sobre “El Dorado”, e a versão que soa melhor.

          1. Hanha

            Minha filha, como você deve ter notado, isto é um review. Se a escritora gosta mais do m, é um direito dela. Acho que você deveria dosar suas palavras, falar que afirmações de alguém é estupidez, é deveras pesado. Cada um tem o direito de expressar suas opiniões, mas como disse anteriormente, é um review dela, o que ela pensa. Se você não concorda, discorde, mas não seja grosseira.

          2. Maíra

            Moça, talvez você não tenha entendido o ponto da minha crítica, mas eu explico sem problemas: não é uma competição para ver quem canta mais alto que quem, quem tem uma maior extensão vocal, pelo contrário, deixei bem claro no texto que cantar alto não significa cantar bem. O problema é o tom da música, que deixou as interpretações um pouco a desejar. Como Chen tem um alcance maior para notas altas, a versão em mandarim da música, em termos melódicos, saiu um pouco melhor. Não significa dizer que Chen canta melhor que Baekhyun. Aliás, acho que se baixassem meio tom, no máximo um tom, a música ficaria ótima nas duas versões.

            No mais, eu poderia escrever uma tese sobre eu achar que o M soa melhor que o K, e você também poderia escrever outra tese sobre o K, mas isso tudo não levaria ninguém a lugar nenhum, porque é questão de gosto. Seria como se estivéssemos discutindo o sexo dos anjos, não é mesmo? Contudo, é engraçado ler que você acha que tem que valorizar o EXO por inteiro, mas escreve “não troco ‘El Dorado’ cantado em coreano, por cantado em mandarim. Não substituo o não alcance de notas altas de Baekhyun, pela voz do Chen, nem prefiro que Tao faça o rap “No pain, no gain” ao invés do Chanyeol. Qual é?!” Valorizar o EXO por inteiro? Sério? hahahahahahahaha
            Estupidez por estupidez, parece que estamos empatadas.

            Enfim, obrigada pelos comentários, é sempre uma honra saber do alcance e do incômodo que meus textos provocam! =*

    2. Lili_Vitelli

      Concordo com você moça, acho que Chen conseguiu executar um pouco melhor aquela high note, que não é nada fácil por sinal. Ainda que eu prefira as músicas em coreano (não sei, meus ouvidos ainda não se acostumaram com o mandarim), decidi dar uma chance pras musicas chinesas pois antes não as ouvia quase (apesar do meu ultimate ser o Lay) e confesso que fiquei um pouco decepcionada pq não vi necessidade deles darem algumas partes pro DO, eu amo a voz dele, mas acho que o Xiumin e o Lay dariam conta, senti isso principalmente em My Answer, tinha mta expectativa que o Xiu a cantasse, ja que o Luhan deixou o grupo. Na minha opinião ele tem um talento vocal não aproveitado, eu acho até que ele não devia ser rapper e sim só vocal, penso que ele foi colocado como rapper mai pra cumprir tabela ja que no k tem 3 rappers. Apesar disso, My Answer é a unica que prefiro na versão em mandarim, pois me emocionou mais. No mas, o álbum ta ótimo, apenas Playboy e Beautiful ainda não me conquistaram totalmente. Adorei a review, muito coerente e fico na espera do novo mini do bts, se possível:)

    3. Lili_Vitelli

      Concordo com você moça, acho que Chen conseguiu executar um pouco melhor aquela high note, que não é nada fácil por sinal. Ainda que eu prefira as músicas em coreano (não sei, meus ouvidos ainda não se acostumaram com o mandarim), decidi dar uma chance pras musicas chinesas pois antes não as ouvia quase (apesar do meu ultimate ser o Lay) e confesso que fiquei um pouco decepcionada pq não vi necessidade deles darem algumas partes pro DO, eu amo a voz dele, mas acho que o Xiumin e o Lay dariam conta, senti isso principalmente em My Answer, tinha mta expectativa que o Xiu a cantasse, ja que o Luhan deixou o grupo. Na minha opinião ele tem um talento vocal não aproveitado, eu acho até que ele não devia ser rapper e sim só vocal, penso que ele foi colocado como rapper mai pra cumprir tabela ja que no k tem 3 rappers. Apesar disso, My Answer é a unica que prefiro na versão em mandarim, pois me emocionou mais. No mas, o álbum ta ótimo, apenas Playboy e Beautiful ainda não me conquistaram totalmente. Adorei a review, muito coerente e fico na espera do novo mini do bts, se possível:)

      1. Maíra

        hahahaha estava conversando ontem com uma amiga minha army sobre a possibilidade de escrever sobre o retorno do BTS, acredita? vou me esforçar para escrever um review digno para eles!!!

        ah, obrigada pelo comentário!!!

  5. Torrance

    Onde que EXO-M soa melhor que EXO-K? Opinião é opinião… Eu por exemplo, não troco “El Dorado” cantado em coreano, por cantado em mandarim. Não substituo o não alcance de notas altas de Baekhyun, pela voz do Chen, nem prefiro que Tao faça o rap “No pain, no gain” ao invés do Chanyeol. Qual é?! A versão coreana é mais intensa, mais emocionante. Sinto que na versão chinesa certos sentimentos se desintegram. E em MAMA, nunca que troco a parte que Kay faz, por Kris e Xiumin, ainda que os amem de paixão. E em “Overdose”? Sinto muito, no entanto, ainda prefiro o rap do Chanyeol, acho a voz dele perfeita, sorry Tao. Não é xenofobia, gosto muitíssimo do Chen (dinossauro), Lay(príncipe de um grande reino), Xiumin(esquilo) e me emocionava pra valer com o Luhan (viado dos olhos brilhantes), mas prefiro a maioria das músicas na versão coreana, essencialmente as partes cantadas por Bacon, Yoda e Olhos Gigantes.

  6. Luciano

    “My Answer” na versão mandarim, é cantada por Chen, Lay e XiuMin, D.O. Não participa desta música na versão M!!! É sempre bom deixar claro que o XiuMin, dentre todos, é o que consegue alcançar a nota mais alta, uma merda a SM não dar destaque pra ele WHATEVER!

    1. Maíra

      Não, My Answer na versão em mandarim é cantada por Chen, Lay e D.O., infelizmente Xiumin não entrou nessa. Também acho que ele merece ser mais valorizado, não porque ele alcança a nota mais alta, mas porque ele é um bom artista!!

  7. tx

    Não quero dizer que o Exo-K seja ruim, mas sinceramente, ao menos para mim o Exo-M é melhor, mesmo que o Exo-K seja mais popular, mas eu gosto mais do Exo-M. E ao dizer que o Exo-M é melhor, não quer dizer que o Exo-K seja ruim. Todos são muitos talentosos, além do D.O e o Baekhyun cantar muito bem, eu acho que o chen também canta, sua voz é bonita, mas enfim. Pra mim o Exo-M é o melhor se for para escolher um, claro que seria o Exo-M.

  8. Miss Cokka

    Meu problema com exo é que ele não parece ter uma identidade musical própria. Eu adoro os meninos do exo, quer dizer do exo-m que sou mais familiarizado, mas sei lá, algumas músicas são boas mas não é algo que eu vou lembrar daqui a uma semana. SM precisa trabalhar melhor na identidade do grupo.

    1. tx

      tbm acho, acho que a única que eu ouço até hoje é overdose, eu realmente gosto dessa música, mas não vejo música marcante na carreira deles, tipo super junior se for falar de música temos mr simple e sorry sorry, Shinee lucifer e ring ding dong e snsd temos gee, genie entre outras, mas o exo … na minha cabeça só vem overdose pois eu gostei muito, mas as outras…

    2. Maíra

      pois é, de certa forma eu entendo isso. um grupo de três anos, mas parece que a SM ainda trata com rookie, ainda tenta demarcar algum território. é estranho mesmo!

  9. Mari Victoriano

    De verdade eu achei que a high note do Jongdae ficou agradabilíssima de se ouvir, e a do Baek ficou um pouco esganiçada. Porém ainda assim adorei, de qualquer forma, é EXO. Acredito que Exodus seja um dos melhores álbuns, mas como a autora mesmo disse, a SM peca na “produção em massa” então acredito que em meio aos arranjos ele tenha perdido um pouco da “essência” do k-pop, o que é perceptível ao longo do álbum. E quanto a preferir M ou K, preferi o EXO-M, é mais macio não acha? Embora muitas das músicas como Peter Pan, XOXO, Machine e Love, Love, Love eu não troque nem por obséquio (as coreanas) enquanto o EXO-K tem um estilo mais intenso, o EXO-M combina muito mais com as baladas. My Answer e Hurt me conquistaram apenas na versão chinesa, por exemplo, enquanto Playboy e Lady Luck ficaram muito melhores em coreano. Mas isso é subjetivo – Enfim, Exodus foi uma verdadeira obra de arte, e inclusive, acho que o nome foi escolhido por ser “uma nova era”, como no livro da bíblia, Êxodo, né? Eu amei essa pegada mais ocidental, entretanto, a SMEnt poderia manter um pouco mais a essência do k-pop e não se arriscar tanto em um tipo de pop americano, pois eles podem acabar se perdendo nesse “universo”. Ótimo review, parabéns!

    1. Maíra

      Pois é, muita gente fala que Exodus se refere ao livro da bíblia e talz, mas a música em si não faz nenhuma referência a isso, nem a ser uma “nova era”, um “renascimento” ou qualquer coisa do gênero. Acho que faltou isso, sabe?

      Você citou Love, Love, Love, eu lembrei de Overdose e sobre como esse mini álbum conseguiu me deixar confusa no sentido de eu não conseguir escolher entre K e M (confere meu review http://kpopnow.com.br/exclusivo/reviews/exo-overdose). Aliás, sobre mini álbuns, sempre os acho melhores que os full álbuns, não dá tempo de a SM errar, ou se perder!

      Muito obrigada pelo comentário!=)

  10. Renata

    Finalmente alguem que expos tudo o que eu sentia em relaçao ao comeback do exo, eu como fã não gostei desse album, call me baby não teve aquele boom viciante da outras eras que marcaram o grupo, a musica é boa, mas lembra mais pop americano do que kpop, as unicas musicas alem dos, singles que gostei foram transformer e playboy, e eu sinceramente odiei essa forma da SM de por 10 em tudo, inclusive nas roupas com as letras de call me baby que ao todo tambem forma um 10. Sobre os mini albuns eu concordo, eles sao melhores produzidos, overdose ficou muito bom, mas nao tenho nada contra o xoxo ele ficou maravilhoso principalmente a versão chinesa dele que sempre fica bem melhor que a K, mas enfim, foi um bom comeback não é a toa que estão recebendo tantos premios.

Poste o seu comentário