Kpop NOW! Entrevista: Staff do IheartKARA!

Continuando a nossa série de entrevistas, dessa vez conversaremos com dois membros da equipe que mantém o Iheartkara operando. Como o nome sugere, o site é dedicado a trazer material sobre o grupo e já conta com o status de uma das maiores, senão a maior, fonte de informação e conteúdo sobre o quinteto em terras tupiniquins.

Aceitando cordialmente nosso convite, estão a Franciele, mais conhecida pelo nick de Frience, e a Gláucia. Respectivamente, uma reside em Barbacena (MG) e a outra em Natal (RN); 20 e 18 anos de idade completos; cursando Gestão de Turismo e Engenharia Florestal…

Devo dizer que foi uma experiência diferente entrevistar essas duas, pois apesar do pouco tempo de contato, já tenho história para contar. E desde já me sinto no direito de reivindicar o posto de fã #1 do site.

Enfim, chega de conversa fiada. Vamos à entrevista!

Kpop NOW! Entrevista: Staff do IheartKARA!

Sagaz’: Antes de mais nada, pergunta na lata. Como conheceram o KARA?

Frience: KARA foi um dos artistas coreanos que me introduziu ao Kpop em 2007. Na época que eu estava começando a conhecer com BoA e Hyori, elas estavam estreando. Inicialmente, eu gostei muito de Wonder Girls, mais do que do KARA na época. Mas o ano foi passando, as coisas foram mudando. Não sei explicar o que mais me atraiu nelas naquela época, mas em novembro do mesmo ano eu já era Kamilia.

Gláucia: KARA definitivamente é meu grupo favorito no Kpop e um dos únicos grupos que eu me considero “fã”, conheci o Kpop em 2003 com a BoA, enquanto promovia a música “Valenti”. Escutava as pessoas falando sobre o KARA… Eu sabia que era um grupo bom, gostava das músicas, apenas nunca me aprofundei. Também não conhecia as integrantes pelo nome, sendo que naquela época as identificava por características. Por exemplo: Seungyeon como a mais fofa.

Amei “Wanna”, “Mister” e “Same Heart”. Na época de “Revolution” eu já sabia os nomes. Levei uma semana pra decorar, além do que, conhecia um pouco as integrantes… Até que veio o boom! Fui fisgada de jeito ano passado ano passado ao escutar “Wanna” em uma máquina de dança no shopping, comprei todos os cds e agora estou esperando pacientemente meu “Pandora” chegar.

Atualização! O “Pandora” da Gláucia chegou justamente no dia da postagem da entrevista!

Fonte: Twitter da mesma.

[M/V]”カラ” KARA – MR.

Imagem de Amostra do You Tube

Sagaz’: Já adianto a informação ao leitor que a membro favorita da Frience é a Hara e da Gláucia é a Seungyeon. O que acham de couples entre as meninas do KARA? Conseguem ver algo do tipo entre o quinteto?

Frience: (Risos). Olha, sobre esse lance de bias, apesar da Hara ser de fato minha “favorita”, eu amo a todas. Porque há pessoas que levam esse lance de bias muito a sério e acabam achando que só ela tem que brilhar no grupo e assim desmerecem as outras integrantes.

Eu “shippo” todas com todas. Quer dizer, dá pra notar laços diferenciados entre elas. Mas eu não tenho nenhum “casal” que eu acho real. Quando falo sobre HaNi ou HaYeon, por exemplo, é só porque acho a amizade bonita e tudo mais. Apoiar mesmo é só Hara e Junhyung (BEAST), porque é de fato um casal de verdade.

Gláucia: Só amizade! Eu brinco muito quando falam de couples. “Ah! Eu gosto de HamCole, HaYeon”, mas é brincando. O que eu acredito é em um laço de amizade muito, muito forte.

Sagaz’: Frience, qual a razão? O “motivo” de dedicar um site para o KARA? Foi devido a necessidade de informações sobre o grupo ao público tupiniquim?

Frience: Bem… Eu comecei criando uma comunidade no orkut em 2008, se não me engano. Mas eu achei pouco e sempre pensei que o grupo não era tão divulgado. E grandes fanbases foram aparecendo e ninguém se interessava em criar algo pelo KARA.

Mas então, por que não eu? Eu sou completamente apaixonada por elas. Então, no orkut mesmo eu abri um tópico perguntando se alguém aceitaria me ajudar nesse projeto. Um garoto se destacou mais que os demais, o Felippe. E com ele eu pude ir pra frente com o site. Na verdade, sem ele eu não teria feito muitas coisas.

Passamos por livejournal, blogs e vários sites de hospedagem até chegarmos ao iheartkara. E apesar o Felippe ter saído da staff, por motivos nunca revelados, eu sou grata por tudo que ele fez.

Sobre informar os Kamilias brasileiros, é um prazer meu manter as pessoas informadas sobre o KARA e fico sentida por às vezes não conseguir fazer isso aos 100%.

Sagaz’: E você, Gláucia? Qual sua função no iheartkara, além de aturar esse redator que vos fala?

Gláucia: (Risos) Eu faço a tradução de notícias, entrevistas e ajudo a Frience com o que ela precisar. Também cuido do twitter do site às vezes. Por exemplo, no dia do aniversário da Seungyeon eu fiz a “cobertura” (risos). Rolou até um “Seungyeon facts”, incentivando a galera a por a tag dela nos trending topics.

Sagaz’: Não preciso nem perguntar qual é a favorita de vocês. Mas ainda nesse espírito, qual é o álbum que vocês mais gostam?

Frience: “The First Blooming” é uma obra prima. Um dos melhores lançamentos do grupo. Mas do KARA como cinco eu gosto muito do álbum “STEP”.

Gláucia: “The first blooming”… Às vezes penso se não estou sendo má com Hara e Jiyoung. Sinto-me culpada escolhendo TFB como álbum favorito, sinto como se estivesse menosprezando o incrível trabalho e esforço delas, que são duas lindas. Escolhendo um álbum da nova era, fico com “Revolution”.

KARA – STEP

Imagem de Amostra do You Tube

Sagaz’: Frience, comentando sobre a parte chata de ser Webmiss, você encontra problemas para manter o site operando? Instabilidades com servidores, incluindo pagamento, saem tudo dos seus esforços ou é um trabalho em conjunto com a staff?

Frience: É uma questão que não consigo responder (Risos). Quem cuidou de todos os detalhes de servidor foi o Felippe. O site pode ficar fora do ar por algum tempo, mas é raro. No mais, não dá muito problema. Temos muitos anti-vírus, muitos.

Sagaz’: Então é um trabalho 100% feito de fã para fã, correto? Ando reparando que muitos outros sites recorrem às propagandas para ajudar a sustentar o site, mas o iheartkara é um site “limpo” nesse quesito. Deve ser um orgulho para você, não é?

Frience: Sim, de fãs para fãs e sem fins lucrativos. Nós temos uma propaganda, que é um requisito para hospedagem gratuita, mas se há algum lucro, vai pro starszz. Eu só queria mesmo um lugarzinho fixo pra postar sobre o grupo.

Sagaz’: Gláucia, não esqueci de ti! Você encontra alguma dificuldade para estar no Staff? Falta de tempo, entre outras coisas…

Gláucia: Sim, é inevitável… Até porque eu estudo Engenharia Florestal e tenho muita coisa pra ler. Passo um tempo razoável na Universidade e ajudo minha avó no que ela precisa. Seja indo fazer compras, indo aos médicos, resolvendo problemas e essas coisas.

Sagaz’: E desde quando você está no site? Passou por algum tipo de seleção?

Gláucia: Eu fiz uma seleção ano passado. Tradução de alguns textos onde a Frience viu escrita, argumentação, adaptação e tudo mais. Eu já havia estado em um portal sobre literatura “Letra e Arte” e um site sobre “Harry Potter” antes, por 3 anos, onde traduzia textos, escrevia matérias, editava áudio, vídeo e era uma das responsáveis pela cobertura de eventos na minha cidade, tendo que enviar material audiovisual ao site depois. Filmava e “dirigia” os vídeos criados nos eventos, com entrevistas de fãs e tudo mais. Asim foi mais fácil pegar html, códigos e etc.

Sagaz’: O iheartkara é certamente o site que mais rápido traz novidades sobre o grupo. Às vezes superando sites gringos e com grife, como o AllKpop*. Mesmo com essa disposição, além de ser um espaço declaradamente sem fins lucrativos, sempre há aquele fã esquentadinho/apressadinho que não compreende isso. Já houve algum problema nesse quesito? Algum tipo de desgaste.

(*) – Esse redator presenciou a velocidade de divulgação do site, ao acompanhar ao vivo o lançamento dos PVs relativo à coletânea “KARA Collection”.

Frience: Eu me orgulho muito disso. Na verdade, quando não posto as notícias na hora eu me sinto até mal. Mas posso contar com as autoras. Bem, já tive problema de gente apressadinha, mas é muito raro, nada que eu precisasse chamar a atenção.

No início, bem no início, as pessoas perguntavam porque eu não traduzia algumas notícias… Mas é que essas “notícias” eram apenas aquelas criadas pelo internautas ou artigos sensacionalistas do allkpop e cia. E até mesmo artigos que só servem pra difamar o grupo! Sou muito discreta nesses assuntos. Quero dizer, somos um fansite, estamos pra apoiar o grupo e não para colocar lenha na fogueira, por assim dizer.

[M/V]KARA 점핑 “Jumping”

Imagem de Amostra do You Tube

Sagaz’: E você, Gláucia? Já teve algum desentendimento com algum fã, pelo site ou twitter? Aquele tipo de esquentadinho que não compreende que é um trabalho feito de fã para fã.

Gláucia: Graças a Deus, não. Nunca tive nenhum desentendimento com fã, mas já vi uma das meninas do site lidando com um fã desse tipo.

Sagaz’: Agora que os leitores curiosos já sabem de tudo acerca do iheartkara, vamos falar mais um pouquinho da Frience e da Gláucia. Além do Kpop, curtem quais estilos musicais, bandas e grupos? Vamos ver além da Hallyu.

Frience: Gosto de JPop/Rock, apesar que já gostei mais. Gosto de Pop-Rock/Rock Alternativo internacional. Sou apaixonada pelo Nickelback. Gosto de Ed Sheeran, Coldplay, Bruno Mars, Jessie J, Taylor Swift, The Veronicas, etc. Não sei se conta, mas sou viciada em covers de Tiffany Alvord e Megan Nicole (populares no youtube).

Gláucia: Eu adoro música latina, cultura latina. Sou muito fã de um grupo espanhol chamado “La Oreja de Van Gogh”. Até já os conheci pessoalmente.

Sagaz’: Isso é muito alternativo e legal! Acho ótimo encontrar pessoas que curtem o que está além do mainstream, valorizando o artista pelo o que ele é, não pelo o que parece ser.

Gláucia: Sim, sou uma fã antiga deles (risos).

Sagaz’: Kim Sunghee. Como vocês a definiriam? O que acharam de sua saída? Podem falar tudo o que pensam sobre.

Frience: Sunghee era minha bias. Na época eu sofri muito e não queria aceitar. Não só por ela ser uma cantora divina, mas por tudo que ela representava. Era a nossa vitamina. Sempre animada, mas ao mesmo tempo reservada. Não tinha o apelido de “santa” a toa. Enfim, apesar de menos de um ano de grupo, sua saída foi difícil. JiYoung e Hara foram criticadas por não serem tão boas e caiu sobre Seungyeon uma grande responsabilidade: ser a líder vocal, quando não tinha preparação o suficiente na época. Essa história rendeu muito no caminho até aqui.

Porém, me irrita muito que as pessoas ainda trazem o nome dela em comentários como KARA seria melhor com ela” ou “Ninguém nunca será tão boa no grupo”, mas eu estou farta disso. Sunghee está feliz e casada e, apesar de dura, a vida continua. Tem continuado até hoje. Apesar de importante, a história do KARA é maior sem ela, o grupo passou por muita coisa. Nunca vou jogar no lixo todo o esforço das outras. O KARA é um grupo sem uma vocal tão forte. Imagine o f(x) sem a Luna, o 2NE1 sem a Bom ou o A Pink sem a Eunji, por exemplo. Elas trabalharam duro pra chegar onde estão e o que temos que fazer é valorizar. Seungyeon mostrou que tem potencial de sobra, bem como as outras. A voz de Gyuri também é muito elogiada e todas no KARA cantam. Alguns podem não gostar das vozes, o que é diferente.

E fiquei feliz com o comeback de Pandora e a recente tour, a forma como valorizou muito as vozes delas. E o talento adormecido. Rendeu novos fãs e admiradores.

Gláucia: Uma pessoa forte, eu a admiro muito. Sair do KARA para ela deve ter sido um golpe muito, muito forte. Não só pra ela, pros fãs e para as outras 3 integrantes restantes, que acabavam de perder um membro muito talentoso e uma amiga preciosa. Eu não gostei da sua saída, mas entendo perfeitamente os motivos que a fizeram a deixar o grupo. Religião e estudos são temas delicados, algo muito pessoal e sério.

Sagaz’: Sei que é um assunto delicado, que mexe com os fãs. Não há obrigação em responder caso não queiram. Mas caso aceitem, poderiam falar o que sentiram no momento de turbulência que o grupo passou, quando quase rompeu?

Frience: Bem, foi um período negro. Três meses de espera e ansiedade. Eu traduzia as notícias, absorvia tudo aquilo e ficava mais nervosa. Chegou em um ponto do Felippe pedir pra eu não traduzir e deixar os anúncios oficiais aparecerem. Ele passava a madrugada traduzindo por mim, porque eu fiquei muito chateada. Imaginar o KARA acabando assim, pela metade, com tanta coisa que elas ainda poderiam fazer juntas…

Digamos que foi frustrante, foi um sentimento terrível. Pior de tudo são outros fandoms debochando ou sendo rudes, coisas simples que me machucavam… É difícil eu seguir uma linha de raciocínio para falar sobre isso, eu realmente não consigo falar assim no estalo, me desculpe.

Gláucia: Eu confiava nas meninas. Apenas confiei nas cinco. Claro que fiquei triste com a possível separação do grupo. E triste por estarem botando culpa na Nicole, por causa que, segundo o manager da DSP vulgarmente falou, a mãe dela “botava lenha na fogueira”. Os motivos apresentados pelas meninas para requisitar quebra de contrato eram plausíveis, afinal, trabalhar exaustivamente em outro país, longe de casa, lucrar 67 milhões de dólares e não receber nem 10 mil dólares foi muita cara de pau da agência. A mídia aumentou muito e isso só trouxe dor e incerteza, as meninas ficaram abaladas, os kamilias abalados. A DSP marcava compromissos sem consultar elas, fora que não estavam recebendo dinheiro corretamente.

Sagaz’: E ainda as colocavam em situações constrangedoras, como a camiseta com “Best Fucking Five”, que não condiz com a proposta do grupo.

Gláucia: Sim! Pura verdade, não? A intenção das garotas não era usar palavras de baixo calão e sim adaptar-se à linguagem jovem, à linguagem de seus fãs.

Sagaz’: Falamos de um passado doloroso, então vamos nos voltar a um futuro glorioso. Arriscam algum palpite para o futuro do grupo?

Frience: Elas ainda tem que terminar o KARASIA, há países pra visitar, apesar da DSP não ter revelado datas. Acho que como você disse, um novo full album e com a qualidade do “Pandora”. Acredito que o KARA vai entrar em breve numa nova fase. As meninas estavam lutando para serem reconhecidas este ano, acho que estão atingindo o objetivo. Há ainda um longo caminho a percorrer, mas acredito que um novo KARA, mais forte, mais confiante e mais surpreendente está por vir.

Isso me lembra a Gyuri dizendo que é melhor conseguir reconhecimento aos poucos e ainda ter metas para atingir do que chegar ao topo rapidamente e sair tão rapidamente quanto chegou.

Gláucia: “Pandora” me animou muito! Fiquei muito orgulhosa das meninas pela maturidade mostrada com esse comeback, espero sinceramente que um showzinho no Brasil esteja reservado pra elas (Risos). Mas falando sério, acredito que um grupo como o KARA, que já marcou seus pés na calçada da fama da onda hallyu, só tem a melhorar cada vez mais. Espero que uma tour europeia esteja nos planos da DSP media. Eu iria de mala e cuia, com um cartaz ‘i love Seungyeon’. Até porque na Europa há muitos fãs do KARA, principalmente na Espanha e França. Elas mostraram porque são quem são, mostram porque são um dos maiores e melhores grupos femininos do Kpop, que sabem cantar, sabem dançar, sabem divertir o público, além de serem honestas, humildes, talentosas e brilhantes.

KARA(카라) – PANDORA(판도라) Music Video

Imagem de Amostra do You Tube

Sagaz’: Mudando drasticamente o rumo da conversa, voltemos a falar sobre o site. E como é a relação entre vocês do Staff? Vocês têm reunião para descontrair, conversar sobre a vida e tudo mais?

Frience: Nossos horários não batem muito então nunca nos reunimos todas juntas. Eu e Glau sempre estamos nos falando, mas é mais difícil para Lih e Haru, a recém chegada. Mas mantemos contanto pelo twitter e se alguma delas precisar de ajuda pode recorrer a mim que eu farei um tutorial assustadoramente detalhado.

Sagaz’: Agora que já conhecemos a filosofia de trabalho do iheartkara, vamos à pergunta clássica, Frience. Como se sente vendo tanto esforço tendo retorno?

Frience: Orgulhosa. Não só de mim, por continuar mesmo com os atrasos e os baixos da vida, mas também da staff que está se familiarizando aos poucos. E do grupo, que, apesar das más línguas, só me enche de orgulho e, por elas, eu faço com prazer.

Sagaz’: E se pudesse voltar ao dia que teve a ideia de fundar o site, com a experiência que acumulou e situações que viveu, mudaria alguma coisa?

Frience: Só as imagens de post do livejournal, minhas edições eram horríveis! Ok, falando sério, eu nunca pensei sobre isso, mas acredito que não. Tenho memórias preciosas dos últimos anos. Ninguém pode começar sabendo, justamente porque perde a graça. A viagem até aqui foi com certeza o melhor. Foi daí que amadureci em alguns aspectos importantes também. A verdade é que eu adoro me surpreender.

Sagaz’: Então os prós superam os contras?

Frience: Com certeza!

Sagaz’: E você, Gláucia? Mudaria alguma coisa nessa sua estadia como autora no iheartkara?

Gláucia: Apenas me arrependo de não poder ter dado mais atenção ao site devido aos motivos que já citei anteriormente. Tirando isso, faria tudo outra vez .

Sagaz’: Assunto totalmente alheio à proposta da entrevista, mas não poderia deixar passar. Frience, você acha que a Gláucia merece um prêmio por me aturar?

Frience: (Risos!) Isso ela não me contou, hein!? Acho que a Glau merece um prêmio por ser linda, atenciosa e inteligente!

Sagaz’: Então daremos um prêmio à Gláucia!

Gláucia: (Risos) Olha, quem me atura falando de SeungYeon também merece um prêmio.

Sagaz’: Bem, acho que a entrevista está chegando ao fim. Mais uma vez eu agradeço pela cordialidade de vocês e no que precisarem, estaremos a postos. Para fechar a bateria de perguntas, vocês terão o espaço livre para deixar uma mensagem. Fiquem à vontade!

Frience: Não sou muito boa nisso… mas obrigada a todos que tem nos apoiado e também divulgado o KARA. – “KARA & Kamilia are one”.

Gláucia: Gostaria de agradecer ao espaço que o Kpop NOW! está dando ao KARA, com as notícias sobre o grupo, um review sobre o KARASIA e sobre o novo mini-album do grupo, “Pandora”. Não deixem de conferir as outras reviews do site sobre outros grupos, espero que possamos encontrar novos Kamilias a partir de hoje!

E aos leitores do iheartkara:

Um muito obrigada a todos os nossos leitores fiéis do único site em português sobre o KARA, espero que possamos continuar andando juntos, acompanhando o sorriso das meninas e apreciando seu trabalho por muitos anos no futuro.

Fim da Entrevista!

E chegamos ao final de mais uma entrevista. Fiquei surpreso como essa entrevista ficou grande! Como o responsável por ela, fico feliz que tenha fluido de forma tão natural. Foi um enorme prazer conversar com essas duas meninas, que com certeza tem um leitor fiel no iheartkara. Portanto, em nome de toda a Staff do Kpop NOW! gostaria de desejar meu muito obrigado! Infelizmente não conseguimos conversar com os outros membros, pois, como ficou evidenciado nas perguntas, dispõem de pouco tempo.

Pode parecer piegas agradecer a todos que participam desse projeto, mas da minha parte é um ato sincero de gratidão. Aos poucos estamos modernizando o formato da entrevista, para enfim chegarmos a um resultado coeso e a participação dos administradores de fansites vem sendo de uma satisfação enorme.

Entrevista rendeu, não é? Pois deu trabalho! Foram horas somadas entre entrevista, revisão e edição. Gostaram do resultado? Então, por favor, curtam nossa página no Facebook, sigam nosso Twiiter e comentem ai embaixo! Não sabem como essas ações simples nos motivam! Por enquanto é só. Muito obrigado pela leitura e até a próxima entrevista do Kpop NOW!

Os contatos para o IheartKARA estão disponíveis abaixo:

Endereço do site: Clique aqui!
Twitter: Clique aqui!

Sobre Sagaz'

Sagaz, alcunha e adjetivo.

Futuro professor, pseudo-filósofo, escritor amador e boleiro. Viciado em leitura e café.

Twitter: @sgz7

There are 14 comments

    1. Sagaz'

      Obrigado! =D

      Sobre planos para futuras entrevistas, temos como solista a IU. Não há uma data para ser publicada, pois é preciso uma organização interna devido o retorno das aulas nas Universidades Federais.

      Quanto ao site do SHINee, tentaremos entrar em contato com os administradores. Caso haja a resposta positiva, faremos a entrevista.

      Mais uma vez, obrigado pela leitura.

  1. Myrla Medeiros

    awn, eu amo o iheartkara e como é bom ver o espaço que o KpopNOW está dando pra elas e pro KARA especialmente. Li a entrevista toda de uma vez só, e como a gláucia unnie é fofa gente ♥, frience também, lembro muito bem de enlouquecer com elas no msn no dia do lançamento de pandora, rs
    fiquei comovida ao ler tudo que elas passaram tanto administrando o site quanto como kamilias, mas são coisas que fãs de verdade tem que passar
    sorte pra vocês, meninas :3

  2. Janaina

    Poxa adorei!!!!!!!!!! Gostaria de agradecer ao Sagaz’ por possibilitar que a gente conheça não apenas os Idols mas tmb como as pessoas por trás de muito material que o fandom tem e precisa e gostaria de agradecer também a Gláucia e a Frience que aguentam muita gente chata no site (tipo eu). Muita coisa do que eu sei sobre as Karinhas e sobre o fandom foram graças a staff do IheartKara…nossa eu gosto muito desse grupo, gosto muito desse site e gosto muito desses fãs.

    1. Sagaz'

      Que nada, sou o último que merece ouvir elogios nesse projeto. Créditos às entrevistadas, pela cordialidade e atenção, além do idealizador do projeto, o Joederss.

      Mesmo assim, agradeço o reconhecimento.

  3. Kimy

    A entrevista foi muito legal. Eu estava querendo conhecer as musicas do KARA e a entrevista me ajudou muito. To adorando ler essas entrevistas do Kpop NOW e espero ler a próxima.
    Beijos ^^

  4. Nicholas Hideki Koga

    Muito boa a entrevista, como todos os outros artigos da KPOPNOW que já li! Devo muito ao iheartkara por transmitir a mim, KAMILIA faz pouco tempo, todas as informações e curiosidades sobre KARA. Elas cresceram muito nesses últimos anos e, por consequência, seu fanbase aumentou também. Realmente, sou muito grato a Frience e todo o staff de iheartkara, deve realmente dar muito trabalho fazer um site tão bom como ele.

    Além disso, agradecimentos também ao KPOPNOW por dar espaço no site a KARA e também parabéns ao entrevistador, soube tornar a entrevista bem descontraída, mas ao mesmo tempo, não tirando a seriedade também, sabendo a hora de fazer as perguntas sensíveis e a hora de fazer perguntas curiosas. Parabéns mesmo a todos os envolvidos!

Poste o seu comentário