Kpop Now Entrevista: Staff do BoPeepBr!

Leitores amados do Kpop Now o especial “Entrevista com Staff” está de volta. Essa é a primeira entrevista que faço e tentarei manter o padrão de qualidade com o qual vocês estão acostumados e tanto merecem. Hoje voltamos com mais um fã-site e para começar bem eu conversei com o pessoal do BoPeep Br. O João Victor e a Dudah são super simpáticos e vão nos contar muita coisa bacana sobre o site e seu amor pelo T-ara.

Kpop Now Entrevista Staff do Bo Peep Brasil!

Thaís Brenda: Vamos começar pelo começo. Como vocês conheceram o T-ara?

João Victor: Eu conheço kpop desde 2009, mas T-ara só conheci em 2010 com as promoções de YAYAYA, mas fui me tornar fã mesmo, só em 2011 com Roly-Poly.

Dudah: Eu já conhecia o kpop ha algum tempo, mas só comecei a acompanhar sites de noticia na época em que o T-ara lançou Temptastic. Um dia eu vi a notícia de que elas tinham lançado ‘Why Are You Being Like This?’. No começo eu nem tinha gostado muito da música, mas o clipe me encantou, até me viciar na música, e logo depois o T-ara também lançou o clipe de YAYAYA e após isso eu me apaixonei completamente.

T-ara – YAYAYA

Imagem de Amostra do You Tube

Thaís Brenda: E quando se trata de Bias, quem vocês têm como ‘diva master’?

João Victor: Soyeon!!! Ela é maravilhosa, canta como um anjo é linda como um anjo dança como um anjo (suspiro).

Dudah: Eu me encantei pela Jiyeon logo de cara, principalmente por ela ser a “principal” em ‘Why Areu You Being Like This?’ e estar tão linda e fofa, mas após algum tempo postando no blog, meio que todas viraram minhas bias, eu não consigo mais escolher uma favorita, acabei me apaixonando por todas elas.

Thaís Brenda: A ideia de criar o site veio de quem?

João Victor: Da Dudah, ou Rima para muitos. Ela quem idealizou tudo, eu cheguei um pouquinho atrasado.

Dudah: Eu percebi que qual quer grupo tinha um fansite, o grupo estreava e dois dias depois já tinha um fansite pra ele, e eu me perguntava ‘Porque ninguém cria um fansite para um grupo tão bom como o T-ara?’. Eu queria muito que elas fossem mais reconhecidas e tivessem mais fãs no Brasil, então acabei tomando a iniciativa e criado o Bo Peep Brasil.

Thaís Brenda: E no site vocês trabalham em qual parte?

João Victor: Eu faço um pouco de tudo! Ás vezes eu posto, ás vezes eu traduzo, eu que mexo no Layout, apesar do wordpress não ser abrangente, eu tento de tudo pra deixar o site sempre lindo! Enfim, sou pau para toda obra.

Dudah: Eu traduzo as matérias e organizo as outras seções do blog (biografia, discografia, etc), o João Victor cuida da parte social, layouts e me ajuda um pouco nas seções também, enquanto o Gabriel, o Guilherme e o João Rodrigues traduzem matérias.

Thaís Brenda: Quando se trata do site em si, vocês têm problemas? Quais as maiores dificuldades que vocês sentem pra manter o fã site?

João Victor: O único problema em questão ao site é esse, porque eu acredito que o wordpress reprime o talento de qualquer pessoa! Mas eu tenho sorte de fazer algo que eu gosto, com pessoas tão legais como os outros staffs do BPBR.

Dudah: No começo era só eu, foi um pouco difícil porque eu sou péssima com layouts e meu inglês não era tão bom naquela época, mas após algum tempo o Gabriel me mandou um e-mail querendo se juntar a equipe, e após mais um tempo o João Victor também se juntou da mesma forma, e os dois ajudaram o BPBR a crescer bastante.

Thaís Brenda: Quais problemas vocês chegaram a enfrentar no começo?

João Victor: Certamente trabalhar em grupo nem sempre é bom! Muitas pessoas começam e depois somem, os horários são diferentes, e muitas vezes só o que temos em comum é o amor pela banda! E por um bom tempo fomos apenas eu e a Dudah cuidando do site, mas felizmente essa fase já passou e hoje estamos com uma equipe bacana!

Dudah: Traduzir posts para o português foi a minha maior dificuldade, meu inglês era bem fraco então eu sofria bastante nessa parte. Eu teria prestado mais atenção a minha escrita, hoje, quando eu leio os posts antigos, fico impressionada de como eu conseguia escrever posts sem vírgulas.

Thaís Brenda: Vocês já tiveram algum problema com os leitores? Fãs brigões e coisas assim?     

Dudah: Só uma única, quando um leitor estressado criticou alguns post do site, mas tirando isso eu tenho bastante sorte com os leitores do blog, eles são bem agradáveis.

João Victor: Eu sou SUPER barraqueiro, mas a Duda sempre corta o meu barato, ela me corrige e ás vezes me dá uns puxões de orelha!

Thaís Brenda: Além do site, o que vocês fazem? Estudos, trabalho, cursos:

João Victor: Eu estou no segundo ano do ensino médio! Semestre passado terminei meu Inglês e ganhei o diploma da faculdade de Cambridge, e atualmente estou aprendendo Francês.

Dudah: Apenas escola e curso de inglês.

Thaís Brenda: Vocês sentem dificuldade em administrar o tempo?

João Victor: Sim, porque só a escola já é difícil, com o Inglês era mais suave. Mas agora com o francês, por ser uma linga que agente não tem base, fica mais difícil, mas ainda da pra conciliar. E nós recebemos MUUUUUUUITOS agradecimentos e mensagens dos leitores, isso dá um êxtase e uma vontade de melhorar sempre!

Dudah: As vezes, principalmente em épocas de provas, ai fica bem difícil conciliar estudos e o site.

Thaís Brenda: E sobre o T-ara, qual a pior memória que vocês têm? Alguma coisa que vocês viram e não gostaram.

João Victor: Quando xingaram elas no facebook do BPBR, na semana em que saiu a notícia da saída Hwayoung e começaram as especulações sobre os motivos da saída dela! Foi uma época terrível para todos no site, porque tínhamos que lidar com as notícias, com os medos pessoais e ainda assim sermos fortes para darmos apoio aos outros fãs, e lidar com as piadas e agressões dos haters… Não foi fácil.

Dudah: A saída da Hwayoung e os efeitos disso foram realmente os piores momentos.

Thaís Brenda: Mas vamos falar de coisa boa, por que T-ara também é felicidade. Qual a melhor lembrança que vocês têm?

João Victor: Lovey Dovey ganhar coroa tripla no Inkigayo. Aquele dia foi uma emoção enorme! Pra quem é fã, a música já é maravilhosa, mas quando outros amigos meus que nem curtem grupos femininos, começaram a dançar e escutar, e quando eu vi que realmente estava contagiando tudo e todos, eu fiquei nostálgico.

Dudah: Quando elas anunciaram que iriam lançar Mirage. Após toda aquela confusão envolvendo a saída da Hwayoung, eu fiquei com medo que elas entrassem em hiato e desaparecessem. Elas estavam sofrendo críticas pesadas, muitos fãs as abandonaram e existiam até petições pedindo para que o grupo acabasse, mas quando elas anunciaram que iriam lançar Mirage, meu medo de que algo grave acontecesse desapareceu, e apesar da difícil e triste situação, o T-ara conseguiu dar a volta por cima.

T-ara recebendo a Triplice Crown

Imagem de Amostra do You Tube

Thaís Brenda: Continuando nessa linha, qual sua música, videoclipe e álbum favoritos?

João Victor: Música fica difícil dizer, mas fico com Roly Poly! Clipe com certeza, Cry Cry e álbum favorito, o Breaking Heart, porque só tem músicas magníficas!

Dudah: Lovey-Dovey (Zombie Ver.), pode não ser o mv com maior e melhor produção que elas já fizeram, mas eu adoro. Minha música favorita é de longe Roly-Poly, que, além de ser uma ótima música, foi a primeira que elas lançaram após eu ter criado o site, então tem um valor sentimental. E o álbum é Braking Heart.

T-ara Cry Cry

Imagem de Amostra do You Tube

Thaís Brenda: O que vocês veem no T-ara de tão especial? O que é o grande diferencial que fez vocês terem elas como preferidas?

João Victor: As músicas animadas é o que mais me surpreende, sempre!

Dudah: Eu enjoo muito rápido de músicas, e eles geralmente seguem um estilo determinado, e acabo enjoando rapidamente também. Mas o T-ara tem músicas de vários estilos diferentes, então se eu enjoar de determinada música, posso ouvir outra completamente diferente, e assim eu nunca me canso. Além disso, outro diferencial que elas têm são os videoclipes, que sempre tem uma história e várias versões diferentes para agradar a todos os públicos, não são só elas dançando em uma caixa.

Thaís Brenda: Quando falamos de outros grupos, quais vocês gostam além do T-ara? Tem preferencia por grupos masculinos ou femininos?

João Victor: Eu não vejo graça em grupos masculinos… sim, podem me matar! Mas os femininos eu IDOLATRO, Girls Generation, KARA, 2NE1, Wonder Girls, F(x), eu curto quase todas.

Dudah: Eu ouço bastante Brown Eyed Girls, SNSD, Son Dambi, Big Bang, Sunny Hill, Clazziquai Project, e vários outros, eu sou bem eclética quando se trata de kpop.

Thaís Brenda: E quando falamos de música, sem ser kpop, o que os agrada?

João Victor: Cultura Pop em geral, desde os mais conhecidos como Katy Perry, Lady Gaga, Rihanna, até os grupos como Jonas Brothers, The Wanted, Spice Girls, The Saturdays, até também algumas bandas indies e eletrônicas como David Guetta, Calvin Harris e Grimes.

Dudah: Além de kpop, eu também ouço bastante rock e J-Pop/J-Rock, apesar de ter deixado eles um pouco de lado após ter conhecido o kpop.

Thaís Brenda: Vocês veem alguma diferença entre kpop e o pop da América/Europa?

João Victor: Certamente KPOP é mais elaborado, e isso foi o que mais me chamou atenção! Se você for comparar, o estilo de música e letra é parecido, tirando obviamente a língua e nacionalidade, KPOP e POP são iguais, mas KPOP tem coreografias e apresentações ricas.

Thaís Brenda: Vocês curtem couples? Tem algum favorito no grupo?

Dudah: Eu acho bonitinho a Boram e a Soyeon, mas nada ao extremo, eu sei que é só amizade entre elas.

João Victor: Não muito, eu acho que hoje em dia foge um pouco da realidade. O povo fica louquinho e falando sobre namoro, coisas sexuais e etc… Mas quando eu vejo fotos da Soyeon com a Hyomin (Minhas preferidas), obviamente meu coração se enche de alegria!

Thaís Brenda: O que acharam de ‘Sexy Love’?

João Victor: Um estouro! Música e coreografia maravilhosas, o jeito como eles abordaram o conceito, meio robótico, meio circense. Só não gostei muito do clipe, as cores e o cenário, mas na média final, foi um ótimo retorno!

Dudah: Eu adorei, estava precisando de alguma coisa mais animada após Day by Day. Eu achei que Sexy Love foi uma tentativa de aproximação ao estilo que elas tinham em Absolute First Album e também gostei bastante da dança, adoro quando elas fazem uma dança criativa e diferente do comum como em Roly-Poly e Lovey-Dovey. Sem falar que o final da história de Day by Day ficou ótimo também.

Thaís Brenda: Vocês acham que o talento das meninas é um pouco ofuscado pela aparência?

João Victor: Obviamente tem uma diferença de talento entre as integrantes, mas acho que isso é questão e culpa total da empresa, no caso a CCM, se formos procurar vídeos no Youtube, dramas, solos e etc. todas têm potencial, mas isso acontece em todo grupo.

Dudah: Sim, mas isso acontece com todos os ídolos do kpop hoje em dia. Dá para perceber que ás vezes elas são tratadas só como rostinhos bonitos, tanto em atividades fora dos palcos como dentro deles, mas isso acontece com todos os ídolos hoje em dia, então é uma coisa que você tem que se acostumar.

Thaís Brenda: Sobre os trabalhos externos das meninas, vocês estão gostando do que veem?

João Victor: Sim, principalmente nas atuações. É uma pena que elas tenham sido afastadas dos dramas, mas eu gostei do que vi!

Dudah: Dramas coreanos não são o meu forte, mas os poucos que eu vi, ‘Dream High’ 1 e 2, ‘Haeundae Lovers’ e ‘The Thousand Man’, eu gostei, todas atuam muito bem. Trabalhos solos elas não tem muito, só algumas participações em trilha sonoras e colaborações, a Boram é a única que tem uma carreira solo, mas ela lançou tudo antes de estrear com o T-ara, as música são muito boas, porém não tiveram muito reconhecimento na mídia.

Thaís Brenda: Nossa entrevista está acabando, foi muito bom conversar com vocês. E pra fechar com chave de ouro, para quem ainda não conhece o grupo por onde vocês recomendam que comecem?

Dudah: É claro que eu indicaria o Absolute First Album/Breaking Heart lá tem ótima músicas para todas os estilo e gostos, de calmas a agitadas, de fofinhas a maduras, você com certeza vai gostar de pelo menos uma delas. E o clipe que eu indicaria é o de Bo Peep Bo Peep (Sexy Ver.), acho que seduz qual quer um.

João Victor: Foi ótimo dividir minha história de fã com você e todos do site! Eu recomendaria que fosse a música que for que escute com o coração, e que se o seu coração se alegrar, assim como o meu se alegra quando escuto elas, então dê uma passadinha no BoPeepBr e se junte á nós.

Minha primeira entrevista acaba aqui queridos leitores do Kpop Now, eu espero que tenha ficado bom, comentem se gostaram ou o que acham que precisa mudar e lembrem-se de fazer uma visitinha ou BoPeepBr. Aguardem ansiosos, pois ainda tem muita coisa boa por vir e vocês estão envolvidos em tudo isso.

There are 8 comments

  1. OrangeC.

    Muito boa a entrevista, eu comecei a gostar de T-ara depois do crise desse ano, eu fiquei triste por uma delas ter saído, ela é minha preferida atualmente depois da Soyeon ♥ Bem, eu irei ver todos os dias BoPeepBr para conhece-lás, parabéns por me mostrar algo bom com essa entrevista ^_^

  2. ダニエル

    Eu adoro T-ara é uma das minhas bandas favoritas . Conheçi elas esse ano e Minhas musicas ou clipes favoritos são Sexy Love , Day by day , Roly Poly e Lovey Dovey !

  3. ...

    A entrevista esta mt legal e descontraída, é bom saber cm os outros fãs conheceram elas, eu acho q todos os queens devem achar q os piores momentos foram com os rumores desse ano

Poste o seu comentário